A campanha “Viver depois do cancro da mama” visa apoiar sobreviventes de doenças – Notícias de Coimbra

“Viver depois do cancro da mama” é o mote de uma campanha promovida pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS) durante o mês de outubro, Mês da Conscientização sobre o Cancro da Mama. O principal objetivo da iniciativa é apoiar os sobreviventes de doenças, abordar os cuidados a serem tomados após o tratamento com intenção curativa ou mesmo durante o tratamento, bem como compartilhar informações úteis e relevantes sobre como reaprender a viver após esse diagnóstico.

A atriz Carla Andrino e a locutora Joana Cruz, sobreviventes do câncer de mama, foram escolhidas pelos embaixadores para se destacarem em uma nova campanha do SPS, contando sua história na primeira pessoa para inspirar mulheres que conviveram com a doença.

Durante o mês que marca o Dia Mundial do Câncer de Mama Metastático (13 de outubro), o Dia Mundial da Saúde da Mama (15 de outubro) e o Dia Nacional do Câncer de Mama (30 de outubro), os embaixadores postarão diversos conteúdos em suas redes sociais para mostrar como lidaram com a doença, como aprenderam a viver após o câncer, deixando uma mensagem de força e esperança para todas as sobreviventes do câncer de mama.

Os diversos conteúdos e iniciativas implementadas no âmbito desta ação serão combinados numa nova plataforma www.viverdepoisdocancrodamama.pt,, dirigido especialmente aos sobreviventes, suas famílias e cuidadores, mas também às organizações de pacientes, à comunidade médica e ao público em geral. Esta plataforma será organizada com várias secções de informação, destacando-se uma secção dedicada a um conjunto de dicas e cuidados que as sobreviventes do cancro da mama devem ter, nomeadamente ao nível dos quatro pilares básicos: nutrição, sexualidade, exercício e relaxamento.

“O câncer de mama é a segunda principal causa de morte por câncer em mulheres. Em Portugal, são detectados cerca de 7.000 casos anualmente e cerca de 1.500 mulheres morrem com esta patologia. Esses números revelam a necessidade de colocar o tema na agenda pública, pois é preciso haver maior conscientização sobre a doença, necessidade de diagnóstico precoce e melhor acompanhamento dos sobreviventes. É importante fazer com que o sobrevivente se sinta amparado, que tenha todas as informações necessárias para restaurar a qualidade de vida e superar os desafios desta doença e seu tratamento, e é importante incentivar essas pessoas a viverem a vida em plenitude por meio mensagens de força e esperança Da Sociedade Portuguesa de Senologia, Dr. Gabriel Sousa.

Como parte da campanha, haverá ia webinar, com o tema “Vivendo após o câncer de mama”, com participação Dra. Gabriela Sousa, Vice-Presidente SPS, especialistas das várias áreas em discussão (nutrição, exercício, sexualidade e relaxamento), uma das embaixadoras da campanha, uma sobrevivente do cancro da mama e um familiar da sobrevivente.

A sessão será realizada no dia 26 de outubro, às 18h30, e faz parte da pré-programação do XI Congresso Nacional de Senologia www.congressonacionalsenologia.pt, que acontecerá nos dias 29 e 30 de outubro, em formato híbrido, com o tema “Câncer de Mama no Novo Milênio: Ciência e Tomada de Decisão” e que ocorrerá paralelamente à campanha de conscientização.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero