A vacinação contra a febre aftosa foi ampliada

Devido a problemas na distribuição da vacina em todo o estado, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a prorrogação da vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais até o próximo dia 20 de dezembro.

Como a lei estipula que o agricultor pode comprovar (denunciar) a vacinação em até 10 dias após o término da campanha, esse procedimento foi adiado, ou seja, o produtor mineiro pode declarar a imunização de bovinos e bubalinos de zero a 24 meses. até 30 de dezembro.

Espera-se que cerca de 10 milhões de animais sejam vacinados. A compra de vacinas em estabelecimentos comerciais do setor privado pode ser feita até o dia 20 de dezembro, em novo prazo acordado com o ministério.

O Instituto Mineiro de Agricultura (IMA), vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), dirige e fiscaliza a campanha com os pecuaristas de todo o país para preservar a saúde do rebanho e manter o compromisso com o agronegócio mineiro. .

A extensão e redistribuição das doses de vacinas foi avaliada e aprovada pelo Mapa a pedido do IMA e entidades representativas do setor, em Minas Gerais, pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Sistema Faemg), sindicatos de aldeias e criadores de animais ‘associações.

O produtor comprova a vacinação de bovinos e bubalinos por meio do formato de declaração eletrônica disponível em ima.mg.gov.br ou, se cadastrado, acessando o Portal de Atendimento ao Produtor. Se você não tem um cadastro, descubra como é chegar aqui.

Outra opção é enviar a declaração para o e-mail da unidade do IMA responsável pelo foro do município ou pessoalmente em uma das unidades. Para facilitar a localização da propriedade, recomenda-se o envio do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no momento do registro da vacinação.

Distribuição de vacinas – O IMA supervisiona instalações comerciais autorizadas a vender vacinas. Cristiane Santos, diretora técnica do IMA, explica ao pecuarista que não falta a vacina, o problema está na distribuição em algumas regiões do país.

“Nessa fase, Minas Gerais já tem 13 milhões de doses da vacina disponíveis para um rebanho de 10 milhões de animais que podem ser vacinados. Estamos trabalhando com o setor privado, revendedores e Map para melhorar a logística. O sistema Faemg, os sindicatos rurais e a Emater-MG (Empresa de Assistência Técnica e Aconselhamento Rural) também são nossos parceiros e orientamos os produtores a não deixarem de imunizar seus animais. Se você tiver dificuldade em conseguir vacinas na sua região, o pecuarista deve ir aos municípios próximos e, para esclarecer qualquer dúvida, os escritórios do IMA estão à sua disposição ”, aconselhou.

Além de Minas, a vacinação foi ampliada para outros estados brasileiros. (Com informações da Agência Minas)

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero