Após as críticas de Trump, manifestantes demolem estátua de Cristóvão Colombo – 7 de maio de 2020 – mundo

No sábado, manifestantes derrubaram uma estátua de Cristóvão Colombo em Baltimore, na costa leste dos Estados Unidos, em um novo episódio de uma onda de ataques a monumentos ou estátuas de figuras históricas associadas à escravidão e ao colonialismo.

Os manifestantes usaram cordas para derrubar uma estátua localizada no bairro de Little Italy, de acordo com fotos publicadas no site do jornal local Baltimore Sun.

Em Richmond, Virgínia, outra estátua de um marinheiro já foi demolida, incendiada e jogada em um lago.

Desde 25 de maio, quando começaram os protestos pela morte de George Floyd, um policial branco estrangulado em Minneapolis, os manifestantes demoliram dezenas de estátuas de figuras associadas ao Exército Confederado (que defendia a manutenção da escravidão na Guerra Civil Americana), colonialismo e racismo.

O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou ativistas em dois discursos realizados em uma comemoração em 4 de julho, Dia da Independência dos EUA.

Na sexta-feira (3), o republicano disse que o movimento de derrubar as estátuas dos líderes confederados e outras figuras históricas associadas à discriminação e ao colonialismo foi uma tentativa de apagar a história dos Estados Unidos.

“Uma multidão enfurecida está tentando demolir as estátuas de nossos fundadores, profanar nossos monumentos mais sagrados e desencadear uma onda de crimes violentos em nossas cidades”, disse o presidente durante um evento em Mount Rushmore, um monumento em homenagem aos quatro ex-presidentes.

Em uma cerimônia realizada na Casa Branca no sábado, Trump voltou ao assunto. “Nosso passado não é um fardo a ser abandonado”, disse ele.

O movimento também se espalhou para a Europa, onde estátuas do rei Leopoldo II da Bélgica. Foram pichações ou demolidas. O monarca, que governou a Bélgica de 1865 a 1909, foi responsável pela morte de milhões de africanos nas décadas em que ele possuía a única colônia privada da história, que agora abriga a República Democrática do Congo.

Em Londres, os manifestantes também removeram um monumento a Robert Milligan. O inglês tinha 526 escravos em suas duas plantações de açúcar na Jamaica. Somos uma empresa de propriedade e operação familiar.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero