Report do Torneio Batalha pela Honra: Etapa Caranguejo

Saudações, amigos Rokugani!

Nesse final de semana tivemos o primeiro torneio organizado pelos jogadores de SP, na loja Joga Sampa. E a Batalha pela Honra foi sensacional!


Cada jogador saiu com 3 cópias da carta promos do Guerreiro da Vanguarda, exclusivas do evento

Tivemos 10 jogadores, e, por incrível que pareça, nenhum Escorpião (muito provável que seja por isso que um Dragão ganhou hahaha).

Com a saída recente do Mestre de Niten da lista de restritas, decidi testar novamente a velha receita do clã, focada em conquista, com influência do Caranguejo.

A adição da Tsuruhashi Afiada, assim como a Kitsuki Yuikimi, minha carta favorita desde seu anúncio, tornaram essa escolha muito mais fácil.

Segue abaixo um report das partidas em que joguei.

1ª partida – Caranguejo Guardião do Ar – Henrique

Sabendo da resiliência do deck adversário, planejei um jogo mais paciente e que mantivesse meus personagens na mesa.

Abri com o Forjador Agasha e procurei tutorar o máximo de anexos, para ganhar no longo prazo. A estratégia estava dando certo até que no segundo turno, ele usou Marca da Vergonha no meu Mestre de Niten com 2 armas, honrado, logo após eu usar Adiamento no Forjador Agasha.

Joguei por reflexo um Dedo de Jade no Mestre de Niten, para em seguida ele colocar em jogo um Vigia dos Condenados. Resultado, perdi meu investimento do turno. Quase concedi nessa hora, pois sabia que a desonra viria rápido sem ter defesas estruturadas.

Decidi ter paciência e começar do zero, trazendo personagens e tentando mantê-los na mesa, mesmo que em desvantagem numérica. Após 2 turnos assim, consegui juntar Yokuni, Sotorii e Mitsu na mesa, e parti para a quebra da SH. Como ele gastou muitos recursos tentando me desonrar, acabou ficando sem uma mesa sólida para se defender.

2ª partida – Garça Guardião do Ar – Saulo

Um deck bem agressivo, focado em Cortesãos e em curvar/enviar para casa. Decidi deixar ele ser o primeiro jogador, pois minha dinastia veio relativamente fraca (só Raitsugu de relevante).

Ele capitalizou demais esse turno, conseguindo quebrar com Sussuradora e Fumiki, uma chuva de eventos de desonra, Marca da Vergonha no Raitsugu, e quebrou meu Jardim que tinha Palácio Imperial.

Mais um jogo em que me defenderia como um louco, pois as techs Ar do Escorpião acabam com qualquer setup. Ainda mais com a nova Casa de Chá da Garça, que quase neutraliza meus anexos defensivos.

Aproveitei que ele ficou sem destinos nesse turno, e baixei um Andarilho, e ataquei a Casa de Chá. Só pra ser curvado pelo Mercado de Kaze no-Kami. Ou seja, turno totalmente aniquilado.

Seguimos pro segundo turno, e visto que eu nem poderia jogar muitos anexos, comecei a acumular cartas, para um possível bid 1 no próximo turno. Trouxe o Forjador e uma Shugenja Condenada para a mesa, e ele trouxe os Anfitriões da Corte de Inverno, simplesmente tudo estava dando certo pra ele.

Passei meu primeiro conflito, e o Raitsugu foi alvo de um Eu Sei Nadar cirúrgico, seguido de mais uma quebra para ele.

Finalmente consegui quebrar o Mercado com a Casa, gastando poucas cartas. Isso acabou custando mais uma província, e o deixou com o próximo ataque à minha fortaleza, mas sem muitos recursos na mão. Eu deveria ter umas 8-9 cartas nessa hora e ele umas 3-4. Era hora do bid 1.

Trouxe a Yuikimi (MVP!), agora que não tinha mais Casa de Chá, e preparei o terreno para defender o Santuário Sagrado com ela e com os personagens menores.

Foi aí que começou a virada espetacular. Dois Punhos do Vazio, Dedo de Jade, Katana, Tsuruhashi, Selo, e ele só conseguiu o anel da Terra.

Fui atacando com paciência e trazendo personagens mais caros, visto que ele não tinha mais recursos e honra para comprar cartas sem perder. No último turno, bidei 5 e finalizei com os Infiltrados.

3ª partida – Caranguejo Guardião do Ar – Navate

O Navate é um amigo querido e jogamos juntos desde o VTES e GoT. Ele estava com um deck de swarm, com Laboratório Kuni e muitos Caminhos do Caranguejo, imaginei que seria só controlar a natalidade e ganhar em alguns turnos. Aí veio minha dinastia só com custo 4/5. Troquei todas, e vieram 2 Terrenos Favoráveis, 1 Investigador Kitsuki e 1 Yokuni. Seria um turno morto ou um personagem morto.

Foi aí que ele subiu a Negociadora Yasuki, e me deixou mais calmo. Trouxe o Yokuni com 2 destinos, e passei depois dele trazer um Guerreiro de Vanguarda (promo exclusiva!). Com ele sem destinos nesse primeiro turno, fiquei mais tranquilo, e o turno que seria tenso acabou se tornando de dominância. Consegui honrar o Yokuni, usar os Punhos, e defini o jogo. Com o Yokuni estabelecido, com o Favor Imperial e 2 Censurar na mão, coloquei o Investigador Kitsuki e neutralizei as ameaças. Foi uma questão de tempo até a vitória.

4ª partida – Unicórnio Guardião da Terra – Flávio

Adoro jogar as partidas com o Flávio pelo simples motivo de serem sempre violentas e ferozes, e essa não foi diferente. Com as novas cartas e ele sendo Guardião da Terra, já previ que teria meus personagens curvados e levaria Demonstrações de Poder. Ele ganhou o sorteio e como todo bom Unicórnio, já mandou o “PRE-PA-RA”.

Dessa vez meu flop veio bom, e trouxe uma Condenada e o Raitsugu. Ele veio bem forte também, com o Gunsô novo, seguido de mais 2 personagens.

O primeiro turno foi bem administrado, defendi com o Raitsugu e consegui controlar, e no ataque da Condenada, ele teve que gastar um Explorador Iuchi para não ter a Peregrinação quebrada. Foi no segundo turno que tudo quase foi pros ares.

Jogando 2 Reservas de Cavalaria (uma delas canceladas por um Censurar), ele trouxe a horda, e a Kyora mudou o anel para Terra. Ele gastou quase tudo que tinha e ainda conseguiu comprar muito, com Despojos e efeitos da mesa.

Tive 3 províncias quebradas e ele já atacando no próximo turno minha Fortaleza (déjà vu?). Decidi investir na desonra, pois não haveria com o quebrar a Fortaleza dele antes dele pulverizar a minha.

Aproveitei a vantagem grande de cartas e bidei 1 (aqui ele deve ter bidado 3, não me lembro bem). Ele ficou com 7 de honra. Montei a estrutura de monge no Raitsugu e no Investigador (Mestre de Niten SAUDADES!), e defendi com tudo o ataque militar dele.

Gastei todos eventos possíveis, e duelei com o Raitsugu, contra a Desafiadora Honesta. Aqui creio que foi um pequeno deslize dele, pois ele poderia ter usado o duelo dessa personagem , e eu teria que trazer um dos personagens menores que eu tinha, o que faria com que ele não perdesse o próximo conflito sem defesa.

Raitsugu montado, sem curvar e podendo atacar em seguida. Conflito acabou 19-17 para mim na defesa, e ele não conseguiu usar a Hisu Mori.

No conflito militar que fiz em seguida, ele decidiu não defender, pois era Água, e quebrei uma das províncias que tinha Shiotome (eram 2!). Ficou com 6 de Honra. Decidiu não atacar politicamente, e eu ataquei a Khan’s Ordu (já estava revelada), com Fogo, Investigador honrado e Forjador. Ele decidiu bloquear e usou Expectadores Capturados, ficando com 5 de honra.

Ele já estava sem cartas na mão , e defendeu com 3 de perícia do Guardião Iniciado honrado dele. Usei um Banzai! e uma Tsuruhashi, também ficando sem cartas, e tirei o marcador de honra desse Guardião.

Minha chance era essa, pois os dois jogadores estando sem cartas na mão, ele com 5 de honra e eu com 7, a dinastia dele decidiria o jogo. Quando vi que ele veio com cartas pesadas e mais um Gunsô, e eu um Forjador, Armazém, Yuikimi e Togashi Principiante, decidi pelo bid 1, pois era certeza que ele bidaria 4 ou 5, para não ser desonrado no Ataque do Ar e assim conseguir subjugar o Castelo Bigorna.

Dito e feito, ele bidou 4 e ficou com 2 de honra. Agora eu só precisava de 1 dos 3 Punhos do Vazio do meu deck e a isca estaria feita.

Adivinhem qual carta eu comprei?! Usei o Agasha e busquei um Adiamento, e depois comprei um Solte com o Armazém. Três cartas, e a vitória. Ataquei político com a Yuikimi e com o Principiante, e mantive as ameaças maiores para induzir a defesa solitária da Jovem Guerreira que ele tinha escolhido com o Gunsô.

Visto que ele teria poucos personagens para iniciar conflito, ele só usou ela para defender e passou. Garanti o Adiamento no Principiante, o honrei, usei o Solte em uma das Tsuruhashi. Nessa hora ele não entendeu muito e passou. E aí veio o Punho do Vazio, e os últimos 2 de honra se esvaíram.

Gostaria muito de parabenizar o grupo de jogadores de SP, pela iniciativa e pela organização.

Já quero o próximo torneio!

Decklists do Top 4

Top 1: Roberto Mautone – Dragão (4-0)

Top 2: Alexandre Castanheira – Fênix (3-1)

Top 3: Victor Coy – Fênix (3-1)

Top 4: Saulo de Oliveira – Garça (2-2)

Classificação final do torneio.


Game Vault sediará a etapa Garça do circuito

E o circuito Batalha pela Honra acabou de começar, esta foi a primeira de sete batalhas.

Começamos com o clã Caranguejo sediando o evento e agora é a vez do clã da Garça sediar a próxima etapa. Será se podemos esperar a típica perfeição Garça no evento? Aguardemos!

Compartilhe: