CCZ: Campanha de vacinação anti-rábica começa dia 20 no posto Morada Nova

Na próxima segunda-feira (20), os donos de cães e gatos da Morada Nova e Residencial Jardim do Eden terão a oportunidade de imunizar seus animais de estimação contra a raiva animal sem sair de casa. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vai iniciar uma campanha nacional de vacinação contra raiva no município, e a ação será no sistema de cabana, ou seja, as equipes irão de casa em casa a partir dos 3 meses, em busca de animais saudáveis. vida.

Segundo Flávi Ferreira da Silva, coordenador do CCZ, o município deverá atingir a meta de 35 mil animais vacinados entre as áreas urbana e rural, que também serão visitados por equipes.

“A previsão que temos é de 25 dias de vacinação aqui na zona urbana, a partir do dia 25 de outubro faremos também a zona rural. Aqui na cidade começaremos na Morada Nova, depois em São Félix, Nova Marabá, Velha Marabá e no núcleo da Cidade Nova. Vamos descobrir o calendário no dia a dia e as pessoas devem ficar atentas ”, explica a veterinária.

Para os donos de animais que perdem resistência, o CCZ já tem doses da vacina disponíveis no centro durante a semana, inclusive nos finais de semana. O coordenador do CCZ ressalta que as doses da vacina anti-rábica são anuais, por isso é necessário atentar para a carteira de vacinação do animal como forma de proteger o amigo de quatro patas da doença.

“A vacina anti-rábica é anual, uma dose imuniza o animal. Portanto, é importante não perder prazos. A melhor forma de prevenir a raiva é a vacinação, só assim, se o animal entrar em contato com a raiva, não será afetado e não será vetor ”, enfatiza.

Flávio Ferreira da Silva, veterinário e coordenador do CCZ

Vale ressaltar que durante a campanha, outros encontros, como teste de leishmaniose, normalmente serão realizados no CCZ.

Raiva

A raiva é uma zoonose (uma doença que se espalha de animais para humanos e vice-versa) que o vírus mortal transmite para humanos e animais. Envolve o sistema nervoso central, levando à morte após uma curta evolução.

A transmissão da raiva ocorre mordendo, coçando ou lambendo um animal infectado. Em animais, os sintomas tendem a ser dificuldade em engolir, salivação abundante, mudanças de comportamento, mudanças nos hábitos alimentares e paralisia das patas traseiras.

Nos cães, o latido torna-se diferente do normal, assemelhando-se a um “uivo rouco”, e os morcegos, com uma mudança de hábito, podem ser encontrados durante o dia, em horários incomuns e em diferentes lugares.

Em humanos, quando infectados, os sintomas característicos são: transformação do caráter, inquietação, distúrbios do sono, pesadelos; ocorrem alterações na sensibilidade, ardor, formigamento e dor no local da picada; essas mudanças duram de 2 a 4 dias. Mais tarde, aparece uma imagem de alucinações, seguida de febre; inicia um período de doença, de 2 a 3 dias, com medo do fluxo de ar e água, de intensidade variável. Ocorrem convulsões periódicas.

É importante lembrar que se for atacado por animal doente e / ou desconhecido, o acidentado deve lavar o corte com água corrente e sabão ou solução salina e procurar atendimento médico imediatamente.

Serviço:

O CCZ está localizado na Avenida 2000, em Novo Horizonte, S / N.

Telefone: 94 3324-4411

Texto: Leydiane Silva com dados do Ministério da Saúde
Fotos: Paulo Sérgio

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero