Turno Zero

Notícias Completas mundo

Disney anuncia reestruturação e maior foco em streaming – Economia

Em agosto, a empresa anunciou que o serviço Disney Plus tinha mais de 60 milhões de assinantes e que o número total de assinantes de seus serviços de streaming – Disney Plus, ESPN Plus e Hulu – atingiu 100 milhões.

Em sua agenda permanece o lançamento de outro serviço internacional de streaming, em streaming, denominado Star.

A pandemia do novo coronavírus prejudicou suas receitas de bilheteria, causando o fechamento de muitas áreas de projeção e desempenho.

A Disney lançou filmes importantes por meio de serviços de streaming, que normalmente deveriam ser exibidos em cinemas.

Por outro lado, os Estados Unidos continuam abandonando as assinaturas de emissoras de cabo, o que prejudica a receita das redes de televisão da empresa.

.js">

Essa situação levou o conglomerado a criar três segmentos de conteúdo, para esportes, entretenimento em geral e seus estúdios, que possuem arquivos famosos, como Star Wars e Marvel.

O foco principal será a realização de programas e filmes para streaming, disse o presidente executivo da Disney, Bob Chapek, em comunicado.

No entanto, uma nova estrutura controlará as vendas de conteúdo e as operações de streaming.

A Disney é um dos muitos provedores de serviços de streaming de tecnologia e entretenimento, como Peacock, da NBCUniversal, e HBO Max, da WarnerMedia, que disputam a atenção da Netflix e o dinheiro dos consumidores.

Nesse conjunto, o Disney Plus foi considerado um dos mais bem-sucedidos.

Gabriel Ana

"Estudante apaixonado. Nerd do Twitter. Viciado em bacon ávido. Desordeiro típico. Pensador. Webaholic. Empreendedor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post Covid19. A “bomba química” do álcool gel em crianças
Next Post O carro totalmente autônomo da Tesla chega logo para ser testado em alguns carros