Novembro 27, 2020

Turno Zero

Notícias Completas mundo

É o novo normal? Apple anuncia serviços em iOS e iPadOS

Algumas empresas chinesas há muito são criticadas por colocar publicidade em suas interfaces e, assim, conseguir levantar mais dinheiro. Ninguém é fã desta posição, mas a verdade é que agora existe uma nova empresa a seguir o mesmo caminho.

Estamos falando da Apple, que em seu iOS e iPadOS parece anunciar alguns de seus serviços. Não se esperava que esse fosse o caminho percorrido, mas a verdade é que essas propostas estão aparecendo para cada vez mais usuários.

A praga da publicidade atinge novos lados

Há muito se sabe que empresas como a Xiaomi e outras colocam publicidade Android em suas personalizações. Geralmente é na área de configurações, mas aponta para empresas externas que pagam para ter sua publicidade lá.

É claro que muitas são as críticas e, mesmo com as justificativas apresentadas, os usuários continuam reclamando. O que agora parece surpreender a todos é a presença dessa mesma publicidade no iOS e também no iPadOS, em áreas como a configuração.

A Apple também adotou esta política

O grande diferencial para outras empresas com as mesmas práticas está no que é anunciado. A Apple se concentra em seus serviços e oferece acesso direto à sua assinatura ou para oferecer períodos gratuitos para esses mesmos serviços.

Essas propostas não se limitam ao iPhone e também estão sendo apresentadas no iPad. Também não parecem ser genéricos e são direcionados, dependendo do equipamento onde são apresentados. Dispositivos ativados recentemente mostrarão acesso a ofertas como 1 ano de Apple TV + ou Apple Care +.

.js">

As reclamações de IOS e iPadOS estão crescendo

Reclamações são naturalmente acumular para mostrar que esta é uma prática que agora está sendo amplamente difundida no ecossistema da Apple. Não era de se esperar que isso acontecesse, depois de todas as críticas que surgiram nesta área.

Ainda existem questões que podem ser levantadas, nomeadamente a concorrência. Mesmo sendo uma oferta, a Apple está dando prioridade aos seus serviços e não a todos os outros que possam existir em sua app store. Resta saber o que a empresa tem a comunicar sobre este assunto, uma vez que ainda não se manifestou.