“Eles são inúteis, não compram”, diz Natalia Pasternak, dos testes rápidos Covid-19.

Na entrevista Uma roda viva nesta segunda-feira (29), um microbiologista Natalia Pasternak discutiram a eficácia dos testes para o novo coronavírus vendido em farmácias e a falta de testes efetivos para profissionais de saúde.

Pasternak é doutor em microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da USP e autor do livro Ciência no Cotidiano. É fundadora e primeira presidente do Instituto Questão de Ciência.

O cientista falou sobre as diferenças entre a RT-PCR, considerou-a um teste padrão no diagnóstico de Covid-19 e testes sorológicos e rápidos e estimou o número de diagnósticos de doenças no Brasil.

Quanto aos testes rápidos, o pesquisador foi categórico: “Eles são inúteis, não compram. Eles não podem ser vendidos em farmácias, confundem mais a população do que ajuda. As pessoas não sabem como interpretar os testes”.

“A maioria desses testes farmacêuticos rápidos não é boa. Eles são ruins. Além disso, sua qualidade é questionável, sua sensibilidade é baixa, eles podem gerar muitos erros falso-positivos, como os falso-negativos”, alertou.

Veja um trecho da entrevista Natalia Pasternak:


Com a apresentação de Vera Magalhães, sr. Uma roda viva é exibido toda segunda-feira às 22:00 na TV Cultura, no site da emissora, canal do Youtube programas e nas redes sociais Twitter, Facebook e Linkedin.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero