Fla derrota a gripe com um gol no final, evita intimidações e vence o 36º título carioca – 15.07.2020.

Quem pensou que a conquista do Estado pelo Flamengo não teria dificuldade estava enganado. Depois de perder o título da Copa do Rio e se intimidar na primeira mão da final com uma vitória por 2-1, Rubro-negro venceu o Fluminense por 1 a 0 no Maracanã – um gol aos 49 minutos do segundo tempo de Vitinho. – e imprimiu seu 36º título carioca na história.

O Flamengo aumentou sua hegemonia no país com um feito, já que o segundo mais convincente é o tricolor, que possui 31 troféus. O Vasco tem 24 e o Botafogo 21.

A decisão foi tomada com a porta fechada devido à pandemia de coronavírus.

Objetivo do título

O título veio quando Vitinho – que entrou no segundo tempo – recebeu no meio aos 49 minutos e arriscou um chute. No caminho, a bola bateu no zagueiro Nina, enganou Muriel e morreu no fundo da rede.

Confusão no final

Após o gol, Michael recebeu a bola da esquerda e fez uma firula em frente ao Hudson. O tricolor tricolor não gostou, empurrou o jogador do Flamengo, o árbitro e a confusão foram resolvidos, exigindo a intervenção de atletas e funcionários do banco de reservas de ambas as equipes.

Jesus vence o quinto título da Fla

Jorge Jesus, do Flamengo, em Carioca v Fluminense - Marcelo Cortes / Flamengo - Marcelo Cortes / Flamengo
Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

Indefinido devido ao interesse do Benfica (POR), o treinador português alcançou o quinto título pelo Flamengo no mesmo dia em que o clube comemora um ano. Antes disso, ele venceu na Libertadores, no Campeonato Brasileiro, na Recopa e na Supercopa do Brasil. Além disso, ele ganhou a Copa Guanabara deste ano.

Gerson passa a bola e comanda o meio

Marcos Paulo, do Fluminense, e Gerson, do Flamengo, em decisão carioca - MAILSON SANTANA / FLUMINENSE FC - MAILSON SANTANA / FLUMINENSE FC
MAILSON SANTANA / FLUMINENSE FC

A camisa 8 do Flamengo era soberana no meio do campo e todas as bolas passaram por suas pernas. O meio-campo distribuiu o jogo, incluiu oponentes e muitas vezes foi para a frente. Ele quase abriu o marcador com um chute livre perigoso.

Bruno Henrique tem uma noite de folga

Atacante Bruno Henrique do Flamengo, na decisão Carioca 2020 contra o Fluminense - Marcelo Cortes / Flamengo - Marcelo Cortes / Flamengo
Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

Depois de se recuperar de uma lesão, Bruno Henrique voltou para a equipe e não teve uma noite clara. O jogador caiu mais para a esquerda, tentou desempenhar o papel de referência, mas não conseguiu usar a maior parte do tempo. Conhecido por sua velocidade, ele não enfrentou um rival para trás e também não apareceu em triângulos laterais.

Nervoso, Filipe Luis foi substituído

Com calma geral, o lateral esquerdo Filipe Luís mostrou nervosismo em campo, conversando com o lateral direito Gilbert e foi substituído por Renê no segundo tempo.

Lentamente, Ferraz interfere na defesa

Matheus Ferraz ainda não repetiu as apresentações de 2020 que o tornaram fã do Fluminense. Lentamente, o zagueiro foi o pior na defesa tricolor, abrindo muito espaço e perdendo duelos com Pedro, que desta vez ficou ao seu lado desde que Nino voltou para a esquerda do centro de defesa. Nem na bola, que em teoria é o seu ponto forte, o defensor conseguiu se destacar.

Dodi se torna a chave de Odair

Se o jogador do Fluminense se beneficiou do último Fla-Flus, foi Dodi. Em todos os lugares do campo, o pequeno meio-campista deu mais dinamismo ao meio-campo e também se destacou na marca. No segundo tempo, com a lesão de Gilbert, ele se tornou o “assistente” de Hudson à direita, vigiando a fuga de Michael. A camiseta 22 ganhou um novo significado devido à sua velocidade nos ataques e ataques na defesa.

De volta à equipe, Nino é o melhor da gripe

Apesar do jogo que o Fluminense precisava para marcar, o destaque do time foi o zagueiro Nino, que voltou à equipe titular depois de ser deixado de fora no primeiro jogo da decisão do campeonato carioca. O número 33 foi o melhor em brigas com Bruno Henrique à esquerda, em velocidade ou em tempo de bola. No “sacrifício” e ainda em agonia, o jovem defensor se superou e foi o destaque do Tricolor no jogo.

A gripe tem chance de contra-atacar

O Fluminense jogou muito pouco, mas conseguiu criar algumas chances no contra-ataque, principalmente no primeiro tempo com Marcos Paul e Evanílson, mas as conclusões não foram boas.

Fla tem uma boa chance com Bruno Henrique

No início do jogo, Bruno Henrique recebeu um passe muito profundo de Arrascaete, chutou o goleiro Muriel, mas ficou sem canto, desperdiçando uma boa oportunidade.

O jogo começa quente

Everton Ribeiro, Flamengo, desafia lance com adversário do Fluminense na final do Carioca 2020 - Marcelo Cortes / Flamengo - Marcelo Cortes / Flamengo
Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

O jogo começou quente, com brigas e discussões entre jogadores, principalmente entre Bruno Henrique e Yago e Filipe Luís e Gilbert. No lado do Fluminense, o SBT – que transmitiu a partida – informou que o técnico Odair Hellmann havia conversado com o goleiro Muriel.

Gabigol compartilha artilharia

Mesmo suspenso do jogo de hoje, o atacante do Flamengo Gabigol se tornou o artilheiro do Campeonato Carioca junto com João Carlos de Volta Redondo com oito gols.

equilibrado

Este foi o quinto Fla-Flu temporada: Antes disso, o Flamengo venceu as semifinais da Copa Guanabara e o primeiro jogo da decisão estadual; enquanto o Fluminense venceu na fase de grupos da primeira rodada e na final da Copa do Rio, nos pênaltis.

Que beleza!

Veja a medalha pelo título de carioca oferecida por Ferj:

Que beleza 2!

E o troféu do campeonato Carioca 2020?

Mosaico, bandeira, música e fumaça

O Flamengo preparou uma série de ações para colocar um pouco mais de atmosfera no jogo que tinha a porta fechada. Entre os principais está um mosaico com a frase “42 milhões com você”, bandeiras espalhadas pelas arquibancadas, fumaça vermelha e preta para cumprimentar os jogadores e o canto dos fãs no sistema de som do Maracanã.

Aglomeração e ‘rua de fogo’

Torcedores do Flamengo fizeram uma 'rua de fogo' quando a delegação chegou ao Maracanã para a final carioca - Leo Burlá / UOL Esporte - Leo Burlá / UOL Esporte
Imagem: Leo Burlá / UOL Esporte

Antes da partida, cerca de 40 torcedores do Flamengo ignoraram as recomendações e se reuniram para cumprimentar a delegação. Armado com bandeiras, eles se reuniram e construíram a chamada “rua do fogo”. O nome do treinador Jorge Jesus foi o mais sublime.

FICHA DE DADOS:
FLAMENGO 1 x 0 FLUMINENSE

Localmente: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data hora: 15 de julho de 2020 (quarta-feira), às 21:00 (horário brasileiro)
Juiz: Grazianni Maciel Rocha
assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
VAR: João Batista de Arruda
Cartões amarelos: Evanílson (FLU) Michael, Rafinha (FLA)
Metas: Vitinho, aos 49 minutos do segundo tempo;

Flamengo: Diego Alves; Rafinha (Gustavo Henrique), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luis (Renê); Aaron, Gerson (Diego) e Arrascaeta (Michael); Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Pedro (Vitinho). Técnico: Jorge Jesus

Fluminense: Muriel; Gilberto (Michel Araújo), Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Yago (Ganso), Dodi (Felippe Cardoso) e Nenê; Marcos Paulo (Fernando Pacheco) e Evanílson (Caio Paulista).
Técnico: Odair Hellmann

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero