Fornecedores de aplicativos na Copa do Mundo marcam uma nova parada para hoje – 14.07.2020

A Federação de Motocicletas de São Paulo (Sindimoto) e o Sindicato Geral dos Trabalhadores (UGT) pediram hoje uma nova paralisação de fornecedores de aplicativos como Uber Eats, iFood e Rappi. Esta é a segunda mobilização em menos de 15 dias. Desta vez, o movimento não contará com a liderança difusa do “Breque dos Apps” – uma parada que reuniu milhares de trabalhadores de várias partes do país em 1º de julho.

O programa de protesto é semelhante ao anterior. Entre as reivindicações está a definição de uma tabela com custos mínimos de serviço e um aumento no percentual repassado aos correios para entrega. A diferença está no envolvimento dos membros do sindicato no tópico reconhecimento do emprego, que já resultou em veredictos de segunda instância desfavoráveis ​​para correios em São Paulo.

A busca pelo link CLT também não é um consenso entre os motoboys e ajuda a explicar por que uma terceira parada já está agendada para os próximos 25, e foi convidada por líderes como Paul Lima, Correios Anti-Fascistas e Diógenes Souz, que lidera grupos WhatsApp em São Paulo.

A primeira reunião de conciliação entre empresas de courier e solicitantes está prevista para amanhã no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de outra região de São Paulo. Ontem, o iFood solicitou que a reunião fosse adiada devido à falta de tempo para preparar os argumentos da aplicação. A TRT não comentou a solicitação até o fechamento desta questão.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero