Turno Zero

Notícias Completas mundo

França. O homem que decapitou um professor pediu aos alunos que o identificassem

A homem que decapitou um professor em uma rua nos subúrbios de Paris na sexta-feira esperou do lado de fora da escola onde Samuel Quinto, 47, dava aulas e pedia a vários alunos que o identificassem. A informação foi avançada por funcionários da brigada antiterrorista.

Uma vez identificado, ele seguiu a vítima, que estava voltando para casa a pé, e deu vários golpes com uma faca, eventualmente decapitar-lo, diga BBC.

O homem posteriormente publicou várias imagens nas redes sociais do cadáver decapitado do professor que havia mostrado caricaturas do profeta Maomé aos alunos. O agressor foi então encurralado pela polícia de uma cidade vizinha e disparado com pressão aérea contra a polícia, antes de ser abatido pelas autoridades.

Pelo menos dez pessoas relacionadas ao assassinato foram presas neste sábado e a polícia está investigando possíveis ligações com grupos extremistas islumamico.

O agressor já foi identificado pelo gabinete do procurador-geral como Abdulakh A., 18 anos, nascido em Moscou e originalmente checheno. Ele não era conhecido das autoridades.

O ataque ocorreu cerca das 17h00 (16h00 em Lisboa) perto do College du Bois Amieiro, onde Samuel ensinou na cidade de ConflansSainteHonorine, a cerca de 30 quilômetros da capital francesa.

.js">

Uma homenagem nacional será prestada a Samuel Quinto próxima quarta-feira.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site escolhido pelo quarto ano consecutivo Consumer Choice.
Baixe nosso aplicativo gratuito.


Download do Google Play

Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post Novas imagens do raro A330-800neo vêm ao público com as cores da Uganda Airlines
Next Post Recupere espaço no seu smartphone Android sem nenhum esforço