Globo não paga cota carioca aos clubes e aumenta a luta para US $ 408 milhões

O campeonato carioca acabou, mas a polêmica entre a Associação Nacional de Futebol (Ferj), no Rio de Janeiro, os clubes e a TV Globo está longe de terminar. No último capítulo da luta entre as partes, a empresa de televisão não pagou – as equipes – a última cota pelos direitos de transmissão da edição 2020 – como anunciada, mesmo com uma ruptura unilateral antes do final do torneio.

Conforme combinado, uma parcela de R $ 18.159 milhões seria depositada para distribuição a 11 clubes – o Flamengo não assinou a TV – cinco dias antes do fechamento do Carioca. Devido a ajustes em seu dinheiro, o Grupo Globo solicitou um adiamento, comprometendo-se a pagar a cota final até a última quarta-feira (22). Nada foi feito.

Em meio a um debate judicial sobre a validade da rescisão unilateral do contrato de direitos de transferência de 2024, a Globo decidiu pagar esse valor apenas se Ferj – o signatário da “Proposta Comercial” e responsável pela transferência dos valores para as equipes – assinasse um documento aceitando e reconhecendo a violação. a emissora decidiu unilateralmente nas últimas semanas, desistindo de discutir esse fato em tribunal. Em suma, uma Federação representando seus membros associados reconheceria a rescisão e encerraria uma briga na qual os clubes acreditam que têm direito a receber o valor restante do contrato – R $ 408,5 milhões – por decisão unilateral da TV.

O aliado do clube, Ferj, é claro, não assinou um documento com o qual o Grupo Globo daria “a quitação mais ampla, superficial e geral, irrevogável e irreversível, pela qual não há mais o que reclamar, no tribunal ou fora dele”.

Maracanã no dia da final Carioca - Reprodução / FERJ - Reprodução / FERJ

Flamengo e Fluminense optaram pelo Carioca 2020. Globo prometeu pagar a última cota cinco dias antes da final

Imagem: Reprodução / FERJ

Ferj e os clubes não aceitam a rescisão unilateral do Globo

Os clubes não aceitam que R $ 18 milhões terminem a luta acima de 408,5 milhões R – 98,4 milhões R para o estado em 2021, 101 milhões para 2022, R $ 103,5 milhões para 2023 e 105,6 milhões R $, o que corresponde ao último ano contrato, 2024, nos termos assinados por todas as partes e que seja Esportes.

Ferj e as equipes entendem que o último item da “Proposta Comercial”, com o contrato de valor “cessão de direitos de transferência, exibição, disponibilidade e uso de todos os jogos que compõem o Campeonato Carioca” assinado por todos, não permite tal decisão e rescisão por apenas uma parte. O contrato estabeleceu um pagamento total de US $ 95.574 milhões para 2020 – um valor a ser compartilhado por 11 clubes.

Gera 2 Globo Carioca 2020 - Reprodução - Reprodução

Contrato Ferj-Clubes-Globo assinado para Carioca de 2017 a 2024: vínculo não reembolsável e irrevogável

Imagem: Reprodução

“A aceitação desta proposta por todas as partes criará uma relação contratual entre as partes, irrevogavelmente e irrevogavelmente, vinculando os proponentes, Ferje e clubes, a partir da data de aceitação até o cumprimento de todas as condições acordadas na aceitação da proposta, em relação a todas as estações”, afirmou o comunicado. documento. “Aceito esta proposta e suas condições para a transferência do direito de transmissão dos jogos do Campeonato Carioca, da temporada de 2017 a 2024, de maneira irrevogável e irreversível”, conclui o contrato assinado pela Globo, Federação e clubes em 17 de junho de 2016.

O pagamento está se tornando um problema de pandemia

O relacionamento entre Ferja, clubes e Globo não era mais o mais conveniente desde o início da nova pandemia de coronavírus. Com a cessação do futebol, a companhia de televisão disse que deixaria de pagar cotas correspondentes aos direitos da Carioca, bem como um possível adiantamento deles, continuando os depósitos apenas devolvendo os jogos.

Com o retorno do futebol na segunda quinzena de junho, novos gastos. Enquanto as equipes pediam dinheiro imediatamente, a Globo decidiu dividir o valor final em três parcelas. Foi quando o desenrolar final ocorreu. Entre a segunda e a terceira parcelas – que ainda não foram pagas -, a empresa anunciou a rescisão do contrato.

Gera1 Globo Carioca 2020 - Reprodução - Reprodução

Em comunicado com efeito legal, a Globo disse que pagaria a conta restante do Carioca 2020 às equipes

Imagem: Reprodução

“Segundo a Globe, o contrato foi violado ontem [dia 1º de julho], quando o FlaTV [canal rubro-negro no YouTube] exibiu uma partida ao vivo entre Flamengo e Boavista. Nos termos do contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão de partidas do Campeonato Carioca. […] Como a Associação de Futebol do Rio de Janeiro e outros clubes não conseguiram garantir a exclusividade prevista no contrato, a Globo não teve alternativa senão cancelar e fechar as transmissões de jogos cariocas “, informou a TV em nota de 2 de julho.

Na mesma declaração, no entanto, a empresa de televisão reforçou que manteria os pagamentos já planejados para esta temporada. “[…] apesar da decisão de rescindir o contrato imediatamente, a Globo está pronta para fazer os pagamentos restantes nesta temporada, em nome de sua histórica parceria com o futebol e boas relações com as equipes “, afirmou a carta em comunicado enviado às partes que produziram o efeito legal.

Apesar do prometido e acordado no documento, Botafogo, Fluminense, Vasco, Bangu, Boavista, Bangu, Volta Redonda, Macaé, Portuguesa-RJ, Cabofriense e Resende não receberam o valor total do restante pagamento da temporada. Os três grandes receberiam US $ 4,8 milhões cada na última parcela, enquanto cada um dos oito clubes menores teria cerca de US $ 450.000.

Ferj e Globo comentam sobre o assunto

Visto Esportes, A Associação de Futebol do Rio de Janeiro respondeu em uma nota: “Dadas as alegações dos clubes, a Associação de Futebol do Rio de Janeiro questionou a TV Globo sobre o pagamento remanescente da última cota em 2020, 22 de julho. Ferj aguarda o posicionamento oficial da empresa em silêncio, apesar da insistência de Fer. “

O Grupo Globo confirmou que ainda não pagou a última parcela referente aos direitos de transmissão dos clubes carioca em 2020 e explicou sua posição. “A Globo já pagou aos clubes 81% do valor do contrato para o campeonato Carioca 2020. A empresa reitera sua disposição de pagar o saldo remanescente da temporada”, afirmou o comunicado quando o contrato foi rescindido, mas esse pagamento deve ser acompanhado de demissões apropriadas. garantirá à Globa que não haverá mais perguntas sobre o contrato já concluído “.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero