Janeiro 23, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

INSS autoriza bancos a renovar prova de vida com procuração – 27.07.2020

INSS autoriza bancos a renovar prova de vida com procuração - 27.07.2020

Atualmente, os agentes bancários estão autorizados a realizar a prova de vida de beneficiários do Instituto Nacional de Serviços Sociais (INSS), por meio de advogado ou representante legal, com mais de 60 anos de idade, sem registro prévio na instituição. A autenticação pode ser revogada se for apresentada uma procuração, tutela, administrador ou tutor.

A procuração também deve ser aceita quando um instrumento de mandato público é apresentado, em situações de ausência devido a viagens, incapacidade de movimentação ou doença contagiosa e por um período de 120 dias, que pode ser prorrogado pelo ato do Presidente. A portaria assinada pelo presidente do Instituto Leonardo Guimarães foi publicada na edição de hoje do Diário da República.

Documentos

A flexibilidade inclui uma série de documentos como certidão de nascimento, casamento ou óbito, documento de identificação, formas de perfil profissional do seguro social – PPP, documentos enviados mediante solicitação de pagamento até a morte. Também inclui rescisão do contrato de trabalho, alteração de dados cadastrais, registro de pensão alimentícia, retirada de benefícios, exceto documentos de grupos familiares com a finalidade de solicitar assistência, instrumentos de mandato para registro de procurações, documentos médicos para comprovação de doenças infecciosas. ou incapacidade de mudar para incluir procuração, tutela, tutela, tutela e evidência do andamento de processos judiciais em representação civil.

O INSS poderá, a qualquer momento, solicitar os documentos apresentados, certificados ou não, se julgar necessário, principalmente após o término do estado atual da epidemia. Nos casos em que a documentação exigida não esteja entre as fornecidas, ponha em causa sua legitimidade ou a presença necessária da pessoa, os prazos serão suspensos enquanto durar a interrupção do serviço presencial.

A isenção de autenticação, de acordo com a regra, não se aplica se houver indicações consistentes de falsidade. “Nos casos em que houver dúvida sobre a legitimidade de qualquer documentação apresentada, é possível solicitar uma solicitação que suspenda o prazo até o retorno do serviço pessoalmente”, diz o decreto.

Beneficiar

Os casos envolvendo recebimento de benefícios, inclusão de procuração em qualquer situação, horário de tutela, custodiante, custódia e registro do herdeiro requerido, como administrador interino, serão conduzidos pelo INSS.