Jair Bolsonaro diz ter testado positivo para covid-19

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivamente a covid-19. A descoberta foi feita hoje pelo CEO, em entrevista à TV Brasil. Ele sentiu alguns sintomas da doença ontem e passou no exame em Brasília. O resultado foi anunciado ainda esta manhã.

“Começou no domingo, com alguma indisposição, piorou na segunda-feira, fadiga, indisposição e febre de 38 graus. O médico presidencial, apontou a contaminação da pesquisa 19, foi fazer uma tomografia computadorizada no hospital. A equipe médica decidiu dar hidroxicloroquina e aztromicina. Como.” Eu acordo muito durante a noite, depois da meia-noite senti uma melhora, às 5 da manhã tomei outra dose e me sinto bem ”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro disse que não há problema em tomar a hidroxocloroquina como forma de prevenir a doença. O medicamento não tem eficácia comprovada.

“A população contaminada não sente nada. Eu tinha uma doença pequena, se tivesse tomado a hidroxicloroquina preventivamente, não teria tido nenhuma reação”, disse ele.

Em nota oficial, a Secretaria Especial de Comunicações Sociais disse que a saúde do presidente era “boa”.

“O resultado do Teste 19, realizado pelo presidente Jair Bolsonaro na noite de segunda-feira às 6, e disponível nesta manhã às 7, mostrou um diagnóstico positivo. O presidente mantém uma boa saúde e está atualmente no Palácio da Alvorada”, afirmou o comunicado. .

Ministros testam para covid-19

Nomes do governo que tiveram contato com o presidente nos últimos dias também foram testados para a doença. O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, e o ministro da Secretaria do Governo, general Luis Eduardo Ramos, estão entre os que conduziram os interrogatórios.

No último sábado, Bolsonaro participou de um almoço com o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, no Brasil. Ele foi seguido por ministros e posou para fotos sem máscara. O governo dos EUA confirmou que Chapman será testado para ver se há um jovem de 19 anos.

Resistência à divulgação de resultados

Desde que voltou dos Estados Unidos em março, o presidente e sua comitiva realizaram testes para a covid-19. Mais de 20 pessoas foram infectadas no grupo que acompanhou o presidente nos Estados Unidos.

O Covid-19 até atacou o principal conselheiro político do presidente brasileiro, o ministro do Escritório de Segurança Institucional (GSI), general August Helen. O primeiro a ser descoberto com a doença foi o secretário de comunicações do platô, Fábio Wajngarten.

Bolsonaro fez três testes para a doença na época e resistiu a publicar os resultados por meses. Somente em maio, depois de uma ação movida pelo Estado de S. Paulo, Bolsonaro descobriu que havia usado pseudônimos para realizar os testes, o que confirmaria a negatividade.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero