Novembro 29, 2020

Turno Zero

Notícias Completas mundo

Lagoa entra na lista dos municípios de alto risco

Lagoa entrou na lista dos municípios de risco, acaba de anunciar o primeiro-ministro António Costa. Os outros são Faro, Albufeira, Portimão, Lagos e Vila do Bispo.

Esta é a principal notícia apresentada por António Costa, com saídas de Tavira, Vila Real de António e São Brás de Alportel. O Algarve tem agora seis condados na lista de alto risco Covid-19, quando eu tinha oito anos atrás.

As medidas para esses municípios entrarão em vigor na próxima terça-feira, dia 24 de novembro. Uma das novidades apresentadas por António Costa foi a divisão entre municípios de alto risco (mais de 240 casos mas menos de 480), risco muito alto (mais de 480 mas menos de 960) e risco extremamente alto (mais de 960).

Lagoa, Faro, Albufeira, Portimão, Lagos e Vila do Bispo encontram-se na lista de alto risco, sujeitas a medidas como toque de recolher, todos os dias da semana, das 23h00 às 05h00.

Além disso, ações de vigilância serão realizadas para confirmar que o uso remoto obrigatório está sendo implementado. O primeiro-ministro disse que haverá uma “forte ação de inspeção” na próxima semana.

Ainda nos concelhos de Lagoa, Faro, Albufeira, Portimão, Lagos e Vila do Bispo, os estabelecimentos comerciais devem encerrar às 22h00 e os restaurantes e equipamentos culturais até às 22h30.

Por outras palavras: as medidas acabam por ser mais fáceis para o Algarve, pois o toque de recolher termina às 13h aos fins-de-semana, bem como o encerramento de todos os estabelecimentos comerciais a essa hora.

Apenas nos municípios de risco muito ou extremamente elevado a proibição de trânsito é mantida das 13h00 às 17h00 aos sábados, domingos e feriados (1 e 8 de dezembro).

.js">

Além de medidas para os municípios, Em nível nacional, o governo decidiu proibir a circulação entre todos os municípios entre 23h de 27 de novembro e 5h de 2 de dezembro, bem como entre 23h de 4 de dezembro e 5h de 9 de dezembro.

O objetivo é evitar o movimento de pessoas nas pontes que são resultado dos feriados de 1º e 8 de dezembro.

A atividade docente (em todos os níveis de ensino) também será suspensa nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro, respetivamente, vésperas de dois feriados.

Nesta conferência de imprensa, António Costa sublinhou que o número de novos casos Covid-19 em Portugal é “ainda extremamente preocupante”, apesar de alguma diminuição.

Portanto, o Primeiro-Ministro admitiu que “temos muito esforço para alcançar os resultados desejados”.

Questionado sobre a possível continuação do estado de emergência durante a época natalícia, António Costa chegou a dizer que “ficaria surpreendido” se tal não acontecesse.

Para ver o documento apresentado pelo Primeiro Ministro, clique aqui.

Ajude-nos a fazer informações sobre o sul!
Contribua com sua doação para que possamos continuar criando seu jornal!

Clique aqui para nos apoiar (Paypal)
Ou use nosso IBAN PT50 0018 0003 38929600020 44