“Não há razão para ser complacente com bons resultados”

“Não há razão para ser complacente com os bons resultados, mas devemos definitivamente construí-los”, disse o governador hoje na conferência ‘online’ de Estabilidade Financeira, observando que a zona do euro passará pela crise pandêmica com uma dívida “muito maior” e ainda precisando recuperar empregos e reduzir os níveis de desemprego.

“Ainda há muito o que materializar”, disse o ex-ministro da Fazenda.

“A trajetória projetada antes da pandemia deve ser alcançada até o final de 2023, o que é uma excelente notícia. Se se concretizar, será algo que nunca aconteceu”., reiterou o governador, lembrando que a zona euro se recuperou mais do que o esperado no segundo trimestre de 2021, esperando que continue a crescer rapidamente, superando os valores pré-pandêmicos no último trimestre do ano.

Durante a sua intervenção, Mário Centeno disse que durante a pandemia, o sector bancário tornou-se mais capitalizado e robusto, reagindo em particular com a aceleração digital, com ganhos não só na relação com os clientes mas também com remodelações internas que permitiram aos bancos tornar-se “mais eficiente”.

“O contexto mais favorável que vivemos e a esperada recuperação econômica não podem fazer com que os bancos parem de monitorar. As instituições de crédito devem continuar com uma avaliação de risco conservadora e prudente”, alertou, no entanto, Centeno.

As alterações climáticas também foram referidas pelo governador do BdP como “riscos eficazes para a estabilidade financeira”.

Na semana passada, o BdP manteve a perspectiva de crescimento da economia em 4,8% para 2021, a exemplo do que havia feito no Boletim Econômico de junho.

De acordo com o Boletim Económico de outubro, “a economia portuguesa cresce 4,8% em 2021, aproximando-se do nível pré-pandémico do final do ano”, considerando que “a recuperação da atividade reflete o controlo da pandemia, através do processo de vacinação – – com reflexos positivos na confiança dos agentes econômicos – e na manutenção de políticas econômicas expansionistas ”.

De acordo com a instituição dirigida por Mário Centeno, “em 2021, a economia portuguesa continua o processo de recuperação iniciado no terceiro trimestre de 2020”, considerando que “o choque pandémico revelou-se temporário, apesar do impacto mais prolongado em alguns setores e empresas” .

De acordo com o Boletim Económico do BdP divulgado hoje, “a inflação está em 0,9% em 2021”, um aumento em relação aos 0,7% projetados em junho.

Economistas do Banco Central esperam que o consumo privado cresça 4,3% neste ano, também ante os 3,3% projetados em junho.

Leia também: “Teremos que antecipar uma desaceleração significativa do crescimento”

Seja sempre o primeiro a saber.
Escolha do consumidor para a imprensa online no quinto ano consecutivo.
Baixe nosso aplicativo gratuito.

Download da Apple Store
Download do Google Play

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero