Novembro 24, 2020

Turno Zero

Notícias Completas mundo

Nenhum país foi preparado, diz o vice-diretor da OPAS

Dois dias após a Pfizer anunciar que sua vacina era covid-19 provou ser 90% eficazO brasileiro Jarbas Barbosa, vice-diretor da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde), disse hoje que nenhum país do mundo está pronto para uma campanha de vacinação por vacinação. Barbosa fez a afirmação dada a especificidade da vacina, que deve ser armazenada a -70 ° C.

“Quem no mundo está preparado? Ninguém. Porque essa é a primeira vacina a ter essas características”, disse o vice-diretor da OPAS, órgão que é braço regional da OMS (Organização Mundial da Saúde).

A vacina da farmacêutica americana, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, difere de outras candidatas à vacina covid-19, como a CoronaVac e a vacina Oxford, favoritas para aprovação no Brasil. Ela usa um nova tecnologia com moléculas de RNA, enquanto outros imunizadores usam DNA.

.js">

Barbosa fez a declaração sobre a vacina Pfizer em videoconferência da OPAS quando questionou sobre as dificuldades de aplicação de imunizantes em áreas rurais do continente americano. O brasileiro, porém, estendeu a barreira para áreas urbanas em qualquer parte do mundo.

“Nenhum hoje [país] foi preparado, nas áreas rurais e urbanas de nenhum país do mundo, nem mesmo dos países mais ricos ”, disse Barbosa.

“Mas, assim que a vacina estiver disponível, junto com outras vacinas, os países tomarão medidas para adquirir novos equipamentos de armazenamento”, acrescentou o vice-diretor da Opas, otimista com o futuro dos imunizadores da Pfizer.

Vacina no brasil

Por enquanto, a Pfizer não tem um acordo de distribuição por país, se aprovado. No entanto, o diretor da OPAS disse que Brasil e Peru estão atualmente negociando imunidade.

Marcos Espinal, diretor do Departamento de Doenças Infecciosas e Determinantes da Saúde Ambiental, também disse que Argentina, México, Equador e Chile já têm acordos para imunizar suas populações com a vacina.