Turno Zero

Notícias Completas mundo

Novas imagens do raro A330-800neo vêm ao público com as cores da Uganda Airlines

O novo A330-800neo da Uganda Airlines sai da pintura. IMAGEM: Airbus


A Airbus e Uganda Companhias Aéreas, empresa nacional do país no Nordeste da África, divulgou mais algumas imagens da pintura do primeiro dos dois novos A330-800neo encomendados pela empresa africana. A foto mostra a aeronave saindo da oficina de pintura da Airbus em Toulouse, França. Uma imagem anterior foi registrada em Setembro deste ano sob as lentes de um observador local, mas mostrou o jato ainda sem pintura.

A pintura destaca, na cauda do Airbus, as faixas coloridas em preto, amarelo e vermelho, a identidade oficial do país, além do brasão com o guindaste coroado, pássaro símbolo de Uganda. A proposta é que a aeronave seja entregue pelo fabricante à operadora até dezembro, dois meses após o planejado originalmente.

De acordo com o jornal Independente, de Uganda, a Uganda Airlines planeja usar os dois A330-800 encomendados da Airbus para construir uma rede de médio e longo curso, com aeronaves de alta tecnologia e operações mais eficientes e econômicas.

Em entrevista ao jornal, o CEO interino da empresa, Cornwell Muleya, disse que planeja iniciar voos internacionais no próximo ano. “Nossa meta é receber as aeronaves pelo menos até dezembro, para que no início do novo ano possamos iniciar nossas operações”, disse o executivo. “Nosso principal objetivo é ter três conexões internacionais, que são Dubai, Londres, e também no mercado chinês, em Guangzhou”, acrescentou.

Uganda Airlines tem atualmente quatro Bombardier CRJ 900s, que operam oito rotas regionais desde agosto de 2019. As aeronaves eram pedido em 2018 junto com os dois A330-800neo que estão em fase final de fabricação.


A330-800neo

Ou Airbus A330neo é uma nova aeronave widebody, bimotor e turbofan, que foi desenvolvida pela Airbus para substituir o Airbus A330. Lançada em julho de 2014, a família A330neo consiste em duas versões: A330-800 e A330-900.

Com apenas onze unidades vendidas para empresas de segunda linha, uma para Air Greenland, dois para a Uganda Airlines e oito para a companhia aérea nacional do Kuwait, o A330-800neo teve dificuldades para decolar. Com o atraso na certificação, a Airbus não conseguiu cumprir seu cronograma original de entrega da primeira unidade em abril, e agora planeja novas datas para o quarto trimestre.

Daiana Juli

"Típico viciado em internet. Empreendedor. Leitor. Amante da web. Pensador. Futuro ídolo adolescente. Estudioso de Bacon. Aficionado por música."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post Público da WWE muito abaixo das expectativas
Next Post França. O homem que decapitou um professor pediu aos alunos que o identificassem