Janeiro 23, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

O primeiro-ministro capturou oito rifles de guerra em Botucatu, diz secretário

O primeiro-ministro capturou oito rifles de guerra em Botucatu, diz secretário

A polícia militar apreendeu oito fuzis, metralhadoras 9mm e munição de 50 munições durante um ataque realizado por membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) nos primeiros dias de hoje em Botucatu, segundo o secretário de Segurança. Audiência de São Paulo, General Campos.

“Nós apreendemos oito rifles, um rifle de guerra, uma metralhadora de 9 mm e munição .50 rifles. Em outras palavras, o usamos efetivamente na luta contra esse pessoal”, disse o secretário-geral Campos em entrevista ao Brasil Urgente.

A polícia civil diz que o ataque está diretamente ligado a toneladas de drogas apreendidas pelo primeiro-ministro nas últimas semanas, e a facção está tentando recuperar o dinheiro perdido. Segundo o general, essa foi a maior apreensão de drogas do país, coletando 125 toneladas.

“Fizemos a maior apreensão de drogas da história. Mais de 125 toneladas de drogas foram apreendidas. Em outras palavras, a polícia militar e a polícia civil fizeram ataques inesquecíveis”.

Segundo o secretário, o primeiro-ministro foi eficaz apenas na ação de estruturar batalhões especiais no interior, como a ordem Shock, que se chocou com o ataque de hoje. Campos também disse que o governo implantará novos batalhões Baep (Batalhas Especiais de Ação Policial) nas cidades de Bauru e Araçatuba.

“Essa liderança está articulando a reserva, colocando batalhões especiais de operações policiais nas mãos de comandantes internos da polícia. Já temos cinco batalhões instalados e em breve instalaremos o Baep em Bauru e outro em Araçatuba. Já temos batalhões em Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Santos e Campinas. “