o que Diniz pretende fazer para vencer por nocaute e dar uma “resposta”

O São Paulo derrotou Guarani ontem (26) e fechou a primeira fase do campeonato paulista em seu primeiro grupo. O clube, que tinha duas equipes completamente diferentes nesse retorno ao futebol no país, agora está se preparando para enfrentar o nocaute de Mirassol e tentar vencer o campeonato regional novamente – a última conquista foi em 2005.

Além da possibilidade de quebrar rapidamente o título, as próximas carreiras do Tricolor são importantes para a carreira do técnico Fernando Diniz. Conhecido pelo seu estilo de jogo ofensivo, com posse de bola e intensidade, ele tenta responder ao estigma de que é bom, funciona bem, mas não tem resultados, não levanta troféus.

E parte da estratégia de sucesso por nocaute começou ontem, com uma vitória por 3-1, quando ele poupou seus principais jogadores na rodada final da primeira fase do Paulistão, pois tinha uma classificação nos quartos.

Ao contrário do que alguns sugeriram, a intenção de preservar o primeiro time não era “entregar” Guarani e eliminar o Corinthians – o desempenho das reservas provou que São Paulo ignorou a disputa em que o adversário estava envolvido.

Diniz também queria descansar a base de sua equipe para corrigir com precisão os problemas táticos apresentados na partida contra o Red Bull Bragantino.

Definido como favorito antes do final do campeonato devido a uma nova pandemia de coronavírus, Tricolor praticamente voltou ao quarto lugar – como todos os adversários, é claro – e agora ele está “ficando sem tempo” para caber no campo.

Prova disso é que Diniz fará treinamento tático hoje e amanhã (28), independentemente de a partida contra o Mirassol ser na quarta-feira (29) ou quinta-feira (30). A reunião desta manhã no FPF determinará a hora e a data dos jogos.

Sam admitiu, imediatamente após a vitória contra o Bugra, que era necessário melhorar a parte tática da equipe. “Como tivemos que dar carga física às unidades, além da condição técnica, agora estamos começando a trabalhar na parte tática. Temos que ajustar a parte tática de todas as maneiras”, disse o comandante da TV Globo.

No confronto entre a Série A e a RB, um duelo que pode ser repetido por nocaute, por exemplo, São Paulo está mais com a bola, criando e marcando gols, mas apresentando problemas no setor de defesa. Tanto que ele vazou três vezes, uma parte perdida e decepcionada da multidão que esperava otimista o retorno da equipe e o ‘Dinizism’.

É sobre as lacunas no campo e a falta de compressão de linha que Fernando Diniz pretende ajustar nos próximos dias, além de entrelaçar o ataque agora com Vitor Bueno, Pablo e Pato, já que Antony se despediu de Morumbi. Tudo isso em um curto período de tempo, pois a partida contra o Mirassol está ocorrendo esta semana e a eliminação colocaria o São Paolo na linha.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero