Turno Zero

Notícias Completas mundo

Os programadores do Google vão fechar a porta aos bugs!

Os pesquisadores do Google farão o possível para procurar bugs e vulnerabilidades em todos os smartphones que usam o sistema operacional Android. Este sistema há muito ganhou a imagem de algo cheio de bugs e vulnerabilidades. Tudo isso junto não dá grande otimismo aos usuários. No entanto, tudo depende do Google.

Os programadores do Google vão fechar a porta aos bugs!

Existem muitos fabricantes que pegam este sistema e fazem várias alterações. Claro, o objetivo é sempre melhorar. No entanto, sem querer, acabam abrindo buracos que podem abrir a porta para criminosos. Apenas uma linha errada de código fará as coisas darem errado.

É por isso que a equipe do Google decidiu começar a analisar softwares de terceiros em busca de erros que poderiam afetar todo o sistema.

Bugs do Google

.js">

A iniciativa é chamada de Android Partner Vulnerability Initiative (APVI). Assim, a equipe de pesquisa já identificou uma série de problemas que foram relatados aos fabricantes. Na prática, estamos falando de questões envolvendo Samsung, Huawei, Oppo, Vivo, Meizu e ZTE. No entanto, em alguns casos, não houve reação e várias vulnerabilidades nunca foram abordadas. Talvez por isso, o Google criou um site especial onde publica informações sobre os problemas identificados.

Quando as falhas não chegam dos próprios fabricantes, elas aparecem na Play Store.

Bugs do Google

Existem descobertas que acontecem quando menos esperamos, inclusive na Play Store.

Na verdade, uma menina de 12 anos que mora na República Tcheca ficou surpresa com o comportamento de um aplicativo muito popular que circulava entre os usuários do Tik Tok. Isso chamou sua atenção tanto que ela decidiu conversar sobre isso com alguém. Assim, ele alertou a empresa de segurança Avast que recebeu sua reclamação, investigou e descobriu sete aplicativos perigosos que estavam sendo baixados da Google Play Store. Além disso, alguns estiveram até presentes na App Store da Apple.

Graças a essa garota, Avast conseguiu pôr fim a esta situação alertando o Google. E você sabe quanto dinheiro eles deram aos criminosos? Cerca de 500 mil euros.

No entanto, as especificações detectadas destinam-se especialmente aos mais jovens. Assim, eles se apresentam como jogos, papéis de parede e programas de download de música. O esquema começa cobrando entre dois e dez euros por um serviço que não vale um centavo. Ou seja, faça um Smartphone vibrate, um papel de parede que está disponível publicamente em qualquer lugar ou com acesso à música. Sem falar na propaganda agressiva.

Você pode ler mais sobre isso aqui. Você gosta do Leak? Contamos com você! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quero receber notificações grátis no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Nos siga não Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar conosco? Envie um email para [email protected]

Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post 15 aplicativos Android pagos, agora gratuitos na Play Store (por tempo limitado)
Next Post A BOLA – Fábio Silva no edital de estágio pensando no Ronda de Elite (Sub-20)