Papa exorta os católicos gregos a confiar em Deus e mostrar misericórdia

Na noite de 4 de dezembro, primeiro dia de sua visita à Grécia, o Papa se encontrou com bispos, padres, paroquianos, seminários e católicos na Catedral de São Dionísio, em Atenas. O Santo Padre chamou a atenção para a importância do testemunho prestado à Grécia pela pequena comunidade católica.

Janice Everdovsky – Vaticano

“É um prazer conhecê-lo neste solo, é uma dádiva, um legado da humanidade, baseado nas fundações do Ocidente”, disse Francis. O encontro da cultura grega e cristã começou neste país. O iniciador e protagonista desse processo é São Paulo. O Papa se concentrou em seu trabalho em Atenas e nos mostrou o que podemos aprender dessa época para a nossa fé.

A primeira coisa é esperança e otimismo. Quando Paulo começou a pregar a ressurreição de Cristo no Areópago, ele foi ridicularizado. No entanto, ele não reclamou e não renunciou. O Santo Padre disse que tal pessoa deveria ser o verdadeiro apóstolo. Ele deve seguir em frente com confiança, não ter medo de situações inesperadas e não se limitar ao que acontece regularmente e novamente. Os católicos são minoria na Grécia. Mas ele lembrou que ser minoria não significa ser insignificante. O pequeno caminho da humildade da kenosis é seguir o caminho aberto pelo Senhor. A Igreja não precisa ter um espírito de luta ou sabedoria mundana, mas sim ser azeda. Francisco exortou os católicos desta terra balcânica a aceitar que eram uma pequena igreja e a confiar somente em Deus.

A segunda coisa que podemos aprender com São Paulo é a abertura, a compaixão ou a aceitação dos outros. “Esta é uma abordagem interna essencial para o evangelho”, disse Francisco. “O evangelho não é para encher um copo vazio. Primeiro, para iluminar o que Deus já começou a realizar. Paulo disse aos atenienses:” Vocês estão totalmente errados; agora vou lhes ensinar a verdade. Ele começa aceitando a religião neles. Ele aceita o outro. O Papa destacou que ainda temos que aceitar e unir as diferenças humanas, culturais e religiosas com hospitalidade e desejo.

Por causa dessas duas qualidades, o apóstolo Paulo pregou um Deus desconhecido para seus ouvintes. Alguns deles se tornaram crentes como Dionísio, que foi dedicado a esta catedral ateniense. O Papa desejou que os católicos gregos continuassem a construir um “laboratório de fé” histórico usando essas duas qualidades de fé e abertura para experimentar o evangelho como uma experiência de alegria e fraternidade. Antes de se despedir, o Santo Padre testemunhou que tinha a comunidade greco-católica em seu coração e em suas orações.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero