Portugal avançou três lugares nos rankings de competitividade digital

Esse Ranking, Avalia o potencial de 64 economias para a transformação econômica de negócios, governo e sociedade por meio de tecnologias digitais, liderada pelos Estados Unidos.

Hong Kong, Suécia, Dinamarca e Cingapura estão na lista dos cinco primeiros.

“O resultado é um melhor desempenho face a 2020 em três das três áreas abrangidas pelo estudo de recuperação português: conhecimento (32º) e preparação para o futuro (38º). Refere-se a um estudo publicado pelo IMD’s World Competition Center.

O estudo é altamente competitivo em termos de legislação portuguesa de imigração (ocupa o terceiro lugar) e do número de licenciados na área das tecnologias de informação (11º) e ciências (12º). As fragilidades surgem na formação dos trabalhadores (60º) e no número de utilizadores de banda larga móvel (59º) e de utilizadores sem fios (53º).

Na lista, a nível regional, Portugal está atrás da Espanha, que ocupa a 31ª posição, mas também ocupa a 40ª posição sobre a Itália e a Grécia (44ª).

Os Estados Unidos lideram o ranking pelo quarto ano consecutivo, com países como Japão, Coréia do Sul e Taiwan em alta.

Apesar do domínio da liderança dos Estados Unidos e dos países da Europa Ocidental no top 10, “a principal tendência destacada no Global Digital Competitiveness Rankings deste ano é que a economia do Leste Asiático está avançando em direção ao pico mundial. Tabela”, observa o IMD.

“Ao mesmo tempo, nesses quatro anos, a China subiu 15 posições, seguindo um modelo administrativo baseado no Estado”, afirma o documento.

Conforme declarado nele Centro de Competição Mundial no IMT, “As duas maiores economias do mundo estão igualmente envolvidas em algumas das atividades de competitividade digital, incluindo troca de conhecimento, preparação para negócios e investimento em educação. Crie cursos muito diversos de transformação digital.

Nos Estados Unidos, a população “gasta mais dinheiro com internet pessoal, tem um terço a mais de usuários de internet per capita do que a China e tem o maior número de tablets do mundo. É um dos maiores”. Comunicação democrática online de alto nível com o governo (a chamada e-participação) ”, destaca o texto.

Em comparação, a China lidera o mundo na proporção de trabalhadores científicos e tecnológicos que representam 11% do emprego total do país, o que é o dobro do emprego dos Estados Unidos (6%).

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero