Turno Zero

Notícias Completas mundo

StayAway Covid obrigatório? Constitucionalistas divididos

A intenção do governo de impor “a utilização da aplicação StayAway Covid, no contexto laboral, académico, nas forças armadas e de segurança e na administração pública em geral“levanta polêmica entre os constitucionalistas.

Há quem ache que é inconstitucional, há quem ache que, por um lado, é, mas por outro lado não é, e há também quem ache que é constitucional, sem dúvida. O DN ouviu três constitucionalistas – que emitiram, como é norma, três pareceres distintos.

Pedro Bacelar Vasconcelos, deputado da bancada do PS e presidente da comissão parlamentar dos Assuntos Constitucionais na última legislatura, aguarda a proposta que vai ser submetida à Assembleia da República, mas confessa agora a sua “perplexidade quanto à viabilidade” de uma proposta desta natureza.

Por questões práticas, antes de chegar às constitucionais – se o uso do celular não é obrigatório, como pode o obrigatório inscrição?

Jorge Reis Novais, professor e ex-assessor constitucional do presidente Jorge Sampaio, argumentou ainda que é inconstitucional impor com força de lei o uso de um aplicativo no celular e ao mesmo tempo não ser obrigatório o uso do celular ou o uso o tipo de telefone celular que pode hospedar esse aplicativo (smartphones) “Nem todo mundo tem celular ou aquele tipo de celular, não vejo como isso pode ser imposto”, diz ao DN.

“Pelo que se conhece do aplicativo, não há invasão de privacidade”.

Carlos Jorge

"Orgulhoso especialista em café. Webaholic. Guru zumbi. Introvertido. Ávido aficionado por cerveja. Analista. Totalmente praticante de tv. Amante premiado de comida. Estudante."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post DGS reduz o período de isolamento de 14 para 10 dias em casos leves ou assintomáticos – Notícias
Next Post O iPhone 11 Pro bate o iPhone 12 Pro em autonomia (pelo menos na reprodução de vídeo)