Março 7, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

THE BALL – Griezmann quebra Huawei em protesto (Barcelona)

Antoine Griezmann rompeu o vínculo comercial com a Huawei depois que as acusações de que a gigante chinesa da tecnologia apoiava o governo na perseguição à minoria uigur criando um alerta de reconhecimento facial foram divulgadas.

“Após fortes suspeitas de que a empresa Huawei contribuiu para o desenvolvimento de um feio alerta graças ao software de reconhecimento facial, anuncio que encerrarei imediatamente a parceria que me conecta a esta empresa”, escreveu o jogador do Barcelona, ​​em comunicado divulgado no social redes. O Gallic International é embaixador da marca desde 2017.

No mesmo texto, Griezmann exorta a Huawei a comentar o caso e “tomar ações concretas para condenar essa repressão em massa e usar sua influência para contribuir para o respeito aos direitos de homens e mulheres na sociedade”.

Antoine Griezmann, denunciado por se posicionar contra o governo francês no caso de violência policial contra o produtor musical Michel Zecler, voltou a tirar as botas, reagindo assim às notícias divulgadas pelo Washington Post com base em relatórios do gabinete de investigação do IPVM em a polêmica ferramenta digital da Huawei.

Foi justamente um relatório interno, que passou a ser visível no site da empresa, que conduziu a investigação e respetiva conclusão: estavam em curso testes avançados de reconhecimento facial da etnia uigur.

Uma investigação da Associated Press revelou que nos últimos quatro anos a China prendeu quase um milhão de uigures em “centros de doutrinação” em Xinjiang, uma região que faz fronteira com o Afeganistão e o Paquistão, onde, entre outras medidas, o controle é praticado. taxas de natalidade, nomeadamente o uso forçado de dispositivos intra-uterinos (DIU), esterilizações e centenas de milhares de abortos.