Turno Zero

Notícias Completas mundo

Trump ameaça “contra-atacar” se a UE avançar com sanções

“Vveremos o que acontece. E se [os Estados-membros da UE] golpeie-nos, então contra-atacaremos com muito mais força do que eles. Eles não querem fazer nada, posso garantir “, disse Donald Trump em declarações a jornalistas, citadas pela agência espanhola Efe, antes de seguir para o estado da Carolina do Norte.

Bruxelas, que foi autorizada na terça-feira pela OMC avançando com as tarifas retaliatórias € 3,4 bilhões contra os Estados Unidos, advertiu que o fará se eles não chegarem a acordo sobre a ajuda à aviação.

“A UE irá imediatamente se envolver novamente com o EUA de forma positiva e construtiva para decidir sobre os próximos passos “, disse o vice-presidente executivo da Comissão Europeia para a carteira de Comércio, Valdis Dombrovskis, em uma postagem na rede social Twitter.

Em comunicado divulgado pela Missão de EUA à União Europeia, também nesta terça-feira, o Representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert E. Lighthizer, disse que Bruxelas “não tem base válida para retaliar contra quaisquer produtos do EUA

“Qualquer imposição de tarifas com base em uma medida eliminada é claramente contrária aos princípios da OMC e forçará uma resposta de EUA“ele adicionou Lighthizer.

O diplomata também disse que EUA “Eles estão determinados a encontrar uma solução para esta disputa que aborde os enormes subsídios que os governos europeus forneceram à Airbus e que estão prejudicando os trabalhadores e empresas aeroespaciais dos Estados Unidos.”

Robert E. Lighthizer acrescentou que Washington aguarda a “resposta da União Europeia” à proposta americana de “restaurar a concorrência leal” e “nivelar o campo de jogo para este setor

Na terça-feira e reagindo à decisão divulgada por OMC, que autorizou a UE a adotar cotações retaliatórias contra os Estados Unidos no caso que se opõe aos dois blocos por ajuda direto aviação, Valdis Dombrovskis ele insistiu que Bruxelas prefere “um acordo negociado” neste tipo de apoio.

Mas deixou um aviso ao governo americano: “Se isso não acontecer, seremos obrigados a defender nossos interesses e responder proporcionalmente”.

Em jogo está a disputa comercial entre Washington e Bruxelas sobre a ajuda pública à aviação norte-americana (Boeing) e europeia (Airbus), que já dura vários anos, e noescopo das quais OMC já declarou os Estados Unidos e a UE culpados.

Em decisão publicada hoje, o órgão recurso OMC determinou que “a UE pode solicitar autorização para adotar contramedidas em relação aos Estados Unidos em um patamar que não ultrapasse, no total, quatro bilhões de dólares (cerca de 3,4 bilhões de euros) ”, informa o documento publicado no site da Internet da instituição.

.js">

Nesse documento, o órgão recurso OMC justificou que o valor total dessas tarifas retaliatórias que a UE pode agora adotar é “proporcional ao grau e natureza dos efeitos adversos” da ajuda pública dos Estados Unidos à Boeing.

E nessa decisão amigável da UE, o OMC também precisava que estes contramedidas contra os Estados Unidos pode resultar na “suspensão de concessões tarifárias e outras obrigações” nomeadamente em relação a uma “lista de produtos norte-americanos a definir em tempo útil”.

Dentro Outubro passado, o OMC decidiu a favor dos Estados Unidos e autorizou o país a aplicar tarifas adicionais de US $ 7,5 bilhões (quase sete bilhões de euros) aos produtos europeus, em retaliação à ajuda da UE à fabricante francesa de aeronaves Airbus.

Essa foi a sanção mais pesada já imposta por aquela organização.

No entanto, em dezembro passado, os juízes de OMC eles argumentaram que essas tarifas adicionais deveriam ser reduzidas em cerca de dois bilhões de dólares, para quase cinco bilhões de dólares.

Com esta permissão, os Estados Unidos adotado honorários costumes 10% na aeronáutica e 25% na agricultura.

Em retaliação, Bruxelas logo avisou que iria adotar medidas semelhantes quando teve uma ‘luz verde’ de OMC – o que aconteceu hoje – já que Washington também foi considerado culpado de apoiar a Boeing.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site escolhido pelo quarto ano consecutivo Consumer Choice.
Baixe nosso aplicativo gratuito.


Download do Google Play

Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post ERC abre processo contra Mário Ferreira e Prisa pela compra da Media Capital – Tv Media
Next Post Há um país onde a Apple não será capaz de remover os EarPods do iPhone 12