Trump decide banir o TikTok nos EUA por suspeita de espionagem na China – 01.08.2020

Presidente Donald Trump anunciou que proibiria a rede social TickTok nos Estados Unidos, depois que as autoridades americanas expressaram preocupação de que a plataforma pudesse ser usada como uma ferramenta pela inteligência chinesa. Espera-se que Trump assine um decreto que o bane oficialmente hoje.

Falando aos repórteres enquanto ele estava no avião presidencial do Air Force One ontem, Trump disse: “Comparado ao TikTok, vamos proibi-lo nos Estados Unidos”.

O aplicativo de vídeo, que é muito popular entre os jovens e pertence ao grupo ByteDance, com sede na China, tem cerca de um bilhão de usuários em todo o mundo e apenas 80 milhões nos EUA. Em um país asiático, o grupo ByteDance tem um aplicativo semelhante, mas com um nome diferente.

Autoridades e legisladores dos EUA manifestaram preocupação nas últimas semanas em que a China poderia usar o aplicativo como uma ferramenta de espionagem. O TikTok está sendo investigado pelo CFIUS, uma agência dos EUA encarregada de garantir que o investimento estrangeiro não represente um risco à segurança nacional.

No entanto, o grupo ByteDance sempre negou qualquer vínculo com as autoridades de Pequim.

Ontem, antes do anúncio de Trump, a mídia americana acreditava que o presidente forçaria um grupo chinês a vender o TikTok. De acordo com o Wall Street Journal e a Bloomberg, o presidente estava se preparando para assinar um pedido oficial para forçar a empresa-mãe chinesa a se separar do aplicativo em nome da proteção da segurança nacional.

A Fox News disse que a Microsoft está negociando a compra de uma rede social no valor de dezenas de bilhões de dólares. Mas Trump parece ter optado por proibir a plataforma.

“Nós não somos políticos”

Há alguns dias, a TikTok se comprometeu com um alto nível de transparência e, em particular, para permitir a verificação de seus algoritmos, para convencer usuários e reguladores.

“Não somos políticos, não aceitamos publicidade política e não temos uma agenda. Nosso único objetivo é permanecer uma plataforma viva e dinâmica, que será apreciada por todos”, disse Kevin Mayer, diretor do TikTok USA.

A rede social também está sendo desafiada em outros países. Em 30 de junho, o aplicativo de vídeo adorado por adolescentes foi banido na Índia, onde passou várias semanas no topo de uma lista de 59 aplicativos chineses bloqueados por Nova Délhi para “garantir a segurança e a soberania do ciberespaço indiano”.

O Paquistão, um país muçulmano muito conservador, lançou recentemente um “ultimato” ao TikTok para remover conteúdo considerado “imoral, obsceno e vulgar” de sua plataforma.

Com informações da AFP

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero