Turno Zero

Notícias Completas mundo

Web Summit 2020 passa exclusivamente online | Coronavírus

O Web Summit 2020 não terá eventos presenciais em Lisboa. Após conversas com o Governo, a organização decidiu desistir da ideia de ter parte do evento online e parte com participação física, porque este é “o melhor para Portugal”. Entre os dias 2 e 4 de dezembro, o evento terá este ano um formato 100% digital.

“Lisboa continua a ser a casa de Web Summit, mas com o crescimento das infecções e surtos do covid-19 na Europa, temos de pensar no que é melhor para os portugueses e para os nossos participantes. A forma mais segura e razoável de repetir o Web Summit é fazê-lo totalmente online em 2020 ”, resume Paddy Cosgrave, fundador da conferência de tecnologia, que terá a sua quinta edição este ano desde que se mudou de Dublin para a capital portuguesa.

Foi em junho que houve relatos de que a organização avaliaria a possibilidade de desdobramento da edição 2020 na programação online e um componente com um público físico. Porém, quatro meses depois, é feita a avaliação que havia sido prometida para outubro. E depois Colisão em casa experiência totalmente online (conferência do gênero realizada anualmente no Canadá e que desta vez teve edição 100% online), a decisão é que os palestrantes convidados e o público do Web Summit estarão exclusivamente na plataforma online desenvolvida pela empresa para este tipo de eventos.

A cimeira, que normalmente se realiza em novembro, terá assim um menor impacto no turismo de Lisboa. Em 2019, os 100 mil participantes fez 55.000 compras durante o encontro, segundo dados da SIBS, sendo os estrangeiros responsáveis ​​por mais de 72% dos pagamentos.

.js">

A organização vai oferecer 50.000 inscrições na cimeira online à comunidade universitária, incluindo recém-formados interessados ​​em trabalhar numa startup portuguesa ou abrir a sua própria.

Jane Goodall é um dos nomes indicados pela organização para esta edição totalmente online do Web Summit
Agustin Marcarian / Reuters (arquivo)

Nesta quinta edição, a organização vai criar um novo canal e dedicá-lo exclusivamente a Portugal. Por lá também passarão as comunidades tecnológica e científica do país, além de promover o país como destino turístico, cultural, de história e de oportunidades de investimento, lido no comunicado divulgado hoje.

Estão confirmados 800 palestrantes convidados, pessoas tão diversas quanto a cientista Jane Goodall, fundadora da plataforma Zoom, Eric Yuan, o diretor de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, e o ator Chris Evans, que encarna o personagem Capitão América no cinema.

O ator Chris Evans é outro nome confirmado pela organização do Web Summit
Mario Anzuoni / Reuters (arquivo)

Além disso, há 500 empresas na lista de participantes. A organização espera estabelecer até 10.000 interações de vídeo durante os três dias da conferência.

Carlos Jorge

"Orgulhoso especialista em café. Webaholic. Guru zumbi. Introvertido. Ávido aficionado por cerveja. Analista. Totalmente praticante de tv. Amante premiado de comida. Estudante."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post Estuprou uma filha de 10 meses e fez uma pesquisa no Google para ver se a criança estava morta
Next Post Covid19. Trump diz que contrair a doença foi uma “bênção de Deus”