Turno Zero

Notícias Completas mundo

WWE NXT (07/10/2020): TakeOver Fallout

Depois de NXT TakeOver 31 do último domingo, uma WWE transmitiu nesta quarta-feira mais uma edição da NXT na USA Network, do renovado Performance Center, agora Capitol Luta livre Center, já pensando em Halloween Havoc no final do mês e novamente em competição direta com o AEW Dinamite.

Resultados

– Tommaso Ciampa venceu KUSHIDA (por desqualificação)
– Drake Maverick e Killian Dain venceram Ever-Rise
– Austin Theory derrotou Leon Ruff
– Dexter Lumis derrotou a Teoria de Austin
– Ridge Holland derrotou Danny Burch
– Shotzi Blackheart derrotou Xia Li
– Ember Moon e Rhea Ripley venceram Dakota Kai e Raquel Gonzalez

Relatório

– Tommaso Ciampa derrotou KUSHIDA (por desqualificação): KUSHIDA começou com ímpeto a seu favor, usando sua técnica para dominar Tommaso Ciampa, porém quando a agressividade aumentou foi o “Coração Negro” quem dominou a luta.

Após um longo domínio, KUSHIDA passou a se recuperar e usar sua ofensiva para equilibrar a luta, sendo que nos últimos minutos da luta os dois lutadores tiveram várias chances de vitória. No entanto, a vitória parecia que iria sorrir para KUSHIDA quando ele aplicasse seu Hoverboard Lock, mas acabou vendo o Velveteen Dream atacando “Blackheart” e fazendo com que o lutador japonês fosse desclassificado.

Após a luta, KUSHIDA e Velveteen Dream se enfrentaram em um rixa até que “Dream” conseguiu escapar de seu rival. Tommaso Ciampa também ficou muito frustrado por ter vencido da maneira que fez.

Logo em seguida tivemos Ember Moon falando sobre ter ficado 14 meses fora de ação devido a uma lesão e agora ele quer ser campeão novamente. O retorno da luta foi interrompido pela campeã feminina do NXT Io Shirai, mas ela não teve chance de falar, já que foi interrompida por Rhea Ripley, que acabou sendo atacada por Raquel Gonzalez e Dakota Kai, um ataque que foi interrompido por Ember Moon.

NXT GM William Regal não achou esta piada engraçada rixa e marcou uma luta de duplas entre os quatro lutadores.

Em seguida vimos imagens de Drake Maverick chegando ao Capitol Wrestling Center, muito feliz por ter uma música de entrada para seu time com Killian Dain e já pensando em novos golpes. O lutador foi interrompido por seu “parceiro” que ficou muito irritado por ter que se juntar a Drake Maverick.

Nos bastidores, a campeã feminina do NXT, Io Shirai, foi entrevistada e explicou que Ember Moon e Rhea Ripley não são o problema dela, mas defender o campeonato feminino NXT é o problema dela.

Em outra área do nos bastidores, Undisputed ERA falou sobre o ataque a Ridge Holland e Adam Cole explicou que ele é um homem morto.

– Drake Maverick e Killian Dain venceram Ever-Rise: O Ever-Rise dominou a partida tendo isolado Drake Maverick, mas o Ever-Rise acabou irritando Killian Dain e quando ele entrou no ringue ele virou a partida de tal forma que venceria a partida sem problemas, até que Drake Maverick fez etiqueta. O grandalhão ficou com raiva e acabou fazendo um Powerbomb em seu parceiro contra um dos Ever-Rise e assim Drake Maverick venceu a partida.

Drake Maverick queria uma festa com um baile, mas acabou levando um soco de seu parceiro, que acabou se arrependendo do que fez.

Em seguida, houve imagens de Garganos passeando com seu cachorro, ainda irritado por ter perdido suas lutas no NXT TakeOver, com os dois dizendo que merecem uma nova chance. O segmento terminou com uma grande televisão do lado de fora de Johnny Gargano e Candice LeRae, um presente de Indie Hartwell

– Austin Theory derrotou Leon Ruff: Leon Ruff tentou pegar o lutador arrogante desprevenido, mas Austin Theory rapidamente mudou a luta e venceu por nocaute técnico.

Assim que o comabte acabou, Austin Theory pegou o microfone e se autoproclamou o futuro do NXT, mas acabou sendo interrompido por Dexter Lumis e então tivemos outra briga.

.js">

– Dexter Lumis derrotou a Teoria de Austin: Dexter Lumis dominou sua luta de volta desde o início e após vários minutos fazendo o que queria da Teoria de Austin, o jovem lutador virou o ímpeto a seu favor e conseguiu controlar o pouco ortodoxo Dexter Lumis por algum tempo.

Quando Dexter Lumis começou a recuperar o ímpeto, era uma questão de tempo antes que ele conseguisse seu Urunage antes de aplicar o Anaconda Vice para garantir a vitória.

Assim que a campainha tocou, Cameron Grimes atacou Dexter Lumis, mostrando que não tinha medo do lutador heterodoxo.

Nos bastidores, tivemos uma entrevista com Dakota Kai e Raquel Gonzalez, com “Big Mommy Cool” dizendo que iria acabar com Rhea Ripley de uma vez por todas, enquanto Dakota Kai disse que iria terminar o retorno de Ember Moon antes mesmo de começar.

Logo depois disso, tivemos um pacote de vídeo falando sobre o comabte entre NXT Champion Finn Bálor e Kyle O’Reilly, onde tivemos imagens do combate e da agressividade que os dois lutadores mostraram durante a luta, com Kyle O’Reilly ainda sem condições de competir, enquanto o NXT Champion Finn Bálor quebrou a mandíbula em dois lugares diferentes.

O campeão norte-americano da NXT, Damian Priest, foi entrevistado nos bastidores, onde falou sobre derrotar Johnny Gargano no NXT TakeOver 31 e agora está ansioso para encontrar seu próximo oponente.

– Ridge Holland derrotou Danny Burch: A luta foi bastante agressiva desde o primeiro segundo, como seria de se esperar com esses dois lutadores. Danny Burch ainda tentou usar sua experiência, mas contra a força não há resistência e no final Ridge Holland foi o vencedor.

Porém, a ação não parou por aí porque os dois permaneceram envolvidos em um grande rixa, que também contou com a presença de Oney Lorcan, devendo os dois lutadores ser separados por vários árbitros.

Logo em seguida, na casa de Garganos, vimos Johnny Gargano e Candice LeRae assistindo Battle Royal em sua nova televisão, onde o lutador avaliou a luta e percebeu a quantidade de vezes que Indie Hartwell salvou sua esposa, encerrando esse segmento dizendo que o jovem lutador tem um grande futuro à sua frente.

Em seguida, tivemos outra aula de “That as Thatch Can” com Timothy Thatcher mais uma vez abusando de seus alunos, com suas apresentações.

De volta ao Capitol Wrestling Center, tínhamos imagens de rixa entre Ridge Holland e Oney Lorcan, onde Ridge Holland foi gravemente ferido no joelho, a ponto de ser carregado em uma maca nos bastidores.

– Shotzi Blackheart derrotou Xia Li: A partida foi equilibrada, mas Shotzi Blackheart mostrou-se um passo à frente de Xia Li por ter vencido a partida após seu Senton da terceira corda.

Após a luta, um asiático veio falar com Xia Li entregando-lhe um envelope e o lutador saiu com o homem misterioso.

– Ember Moon e Rhea Ripley venceram Dakota Kai e Raquel Gonzalez: A evento principal do NXT abriu de forma equilibrada, apesar de um domínio maior da dupla Ember Moon e Rhea Ripley começar, no entanto, um dia cego de Raquel Gonzalez junto com sua força viraram a luta do avesso.

Após um longo domínio, tivemos um final caótico para a luta com os dois times quase vencendo. O final foi marcado com um grande rixa entre Rhea Ripley e Raquel Gonzalez fora do ringue, tendo deixado Ember Moon e Dakota Kai no ringue, com a lutadora que voltou vencendo a luta com ela Eclipse.


O que você achou do WWE NXT desta semana?

Gabriel Ana

"Estudante apaixonado. Nerd do Twitter. Viciado em bacon ávido. Desordeiro típico. Pensador. Webaholic. Empreendedor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Post Remover e usar máscaras anti-Covid-19 cancela casos de outras doenças respiratórias no país
Next Post EasyJet estabelecerá uma base sazonal em Faro na primavera de 2021 – ECO