A NASA batiza o telescópio com o nome Nancy Grace Roman, “mãe de Hubble” – 21.5.2020.

A astrônoma Nacy Grace Roman, reconhecida como a “mãe” do Telescópio Espacial Hubble, foi premiada pela NASA, anunciou a agência espacial americana nesta quarta-feira. A última geração de telescópios de pesquisa por infravermelho de campo amplo (WFIRST) agora terá esse nome.

Atualmente em desenvolvimento, o equipamento será chamado de Telescópio Espacial Romano Nancy Grace e ajudará os cientistas a procurar planetas distantes que estão fora do sistema solar, disse a NASA.

Roman foi a primeira mulher a assumir uma posição de liderança em uma agência espacial e contribuiu com ela por 21 anos, trabalhando em vários projetos de observação espacial.

Ela decidiu que, quando criança, queria se tornar astrônoma e se formou em astronomia em 1946. Em 1949, ela recebeu seu doutorado na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. Foi nessa época que ele fez descobertas sobre as composições das estrelas que influenciaram a evolução da Via Láctea.

Em 1959, o romance chegou à NASA. O astrônomo ficou conhecido como a “mãe” do Telescópio Espacial Hubble, lançado no espaço há 30 anos. Ela faleceu em 2018, aos 93 anos.

“Precisamente por causa da liderança e visão de Nancy Grace Roman, a NASA se tornou pioneira na astrofísica e lançou o Hubble, o telescópio espacial mais poderoso e produtivo do mundo”, disse o administrador da NASA, Jim Bridenstine, em comunicado da agência.

O novo telescópio funcionará como primo de Hubble com olhos arregalados, explicou a agência espacial. O equipamento poderá produzir imagens com melhores detalhes e o equivalente a 100 fotos do modelo antigo.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero