A tempestade Amanda deixa destruição e mortes em El Salvador, Guatemala e Honduras – 01.06.2020.

San Salvador, 1 de junho de 2020 (AFP) – A tempestade Amanda deixou um rastro de destruição e morte ao atravessar o norte da América Central, matando 18 pessoas e devastando inúmeras casas e estradas, especialmente em El Salvador, o país mais atingido. .

Somente em El Salvador, 15 pessoas foram mortas e os socorristas procuravam sete desaparecidos. A tempestade também deixou dois mortos na Guatemala e um em Honduras.

“Vimos hoje muito perto (a morte). Nunca experimentamos a catástrofe causada por essa tempestade”, disse Enrique Viera, 55, morador da comunidade de Novo Israel, no sudoeste de São Salvador, onde 50 casas foram varridas por fortes correntes.

A mulher morreu tentando salvar seu cachorro.

“Desde que o furacão Fifi (1974) não estávamos em perigo como no domingo, realmente não sabíamos o que fazer, porque tudo inundou, foram momentos de ansiedade”, resumiu Viera.

A tempestade foi o segundo golpe em pouco tempo para o povo do Novo Israel. Acostumados a viver em empregos informais, ficaram sem renda devido a medidas para conter o coronavírus. Os moradores sinalizaram com trapos brancos que as organizações estavam doando comida.

“É um quadro forte da destruição vista aqui”, disse Diego Guevara, 26 anos, que foi para o Novo Israel com outros jovens para distribuir alimentos e roupas.

No território de El Salvador, segundo dados oficiais, a tempestade afetou 24.125 famílias cujas casas foram total ou parcialmente destruídas.

Estradas em diferentes partes de El Salvador foram inundadas e 154 deslizamentos de terra foram registrados, dos quais 83 foram “sérios”.

Nesta segunda-feira, os moradores da comunidade de Novo Israel tentaram salvar as coisas.

– Região devastada – Chuvas fortes deixaram dois mortos e dois feridos na Guatemala, disse David de León, porta-voz da redução de desastres.

Em Honduras, a Comissão Permanente de Emergência anunciou mortes por chuva que causou deslizamentos de terra e inundações em várias partes do país.

A tempestade veio com ventos fortes que, além de morte e destruição, também causaram falta de energia e água potável nos três países.

Em El Salvador, 7.225 pessoas foram evacuadas de áreas de alto risco e transferidas para 154 abrigos em todo o país.

A tempestade será seguida por chuvas moderadas “ocasionais” no território de El Salvador, apesar de uma ruptura na área da Guatemala no domingo, informou o Ministério do Meio Ambiente.

Ele acrescentou que as chuvas somam 500 milímetros de água, enquanto a média em um ano em El Salvador é de 1.800 milímetros.

“A tempestade chegou para mostrar o quão vulnerável este país é” e revelou “uma falta de investimento em infraestrutura”, reconheceu o ministro Durán.

Numa estimativa preliminar, o presidente Nayib Bukele disse que a tempestade causou perdas materiais de cerca de US $ 200 milhões.

– Mudança climática – Em El Salvador, um país de 20.742 km2 e 6,6 milhões de habitantes, os ambientalistas lembraram que 87% do território é sensível a fenômenos hidrometeorológicos devido ao impacto das mudanças climáticas e à “ruptura histórica” ​​de edifícios nessas áreas urbanas.

“O planeta, a natureza novamente nos lembra quem está no comando, e as fortes chuvas que recebemos são um produto das mudanças climáticas”, disse à AFP Ricardo Navarro, diretor do Centro Salvadorenho de Tecnologia Apropriada (Basket, ONGs).

Para Navarro, “desrespeito irrestrito à natureza que destrói os ecossistemas” foi o que desencadeou a nova tragédia em San Salvador, onde pelo menos sete das 15 mortes foram registradas.

“A destruição e as mortes que vemos hoje são o resultado de más decisões que aprovam a urbanização (construção de casas) em locais de reservas ecológicas onde a água é coletada”, disse à AFP Maurício Sermeño, coordenador da Unidade Ambiental Salvadorenha (UNES). .

Com quase 50 milhões de habitantes em uma área de 533.000 km2, o istmo da América Central é considerado uma área “mais ameaçada” porque está exposto a furacões e alta sismicidade.

cmm-ec / mas / dga / jc

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero