Amanda Nunes recebe suspensão médica de seis meses após o UFC 250

Se estiver dentro do UFC 250 Octagon, Amanda Nunes ganha sobre Felicia Spencer era tão claro quanto a água, da qual ambos podiam ser separados ao mesmo tempo. Na lista de suspensões médicas publicada pela Comissão Atlética Estadual de Nevada, tanto o brasileiro quanto o canadense receberam um gancho inicial de 180 dias.

Se ela não quiser aderir à suspensão de seis meses, Amanda terá que ser liberada por um ortopedista depois que um raio-X foi tirado de sua tíbia e fíbula. Se consistente com o que ela projetou na conferência de imprensa após o UFC 250, o gancho médico não afetará o planejamento do peso do Ultimate (61 kg) e da caneta (66 kg).

Esperando a primeira filha com a lutadora Nina Ansaroff, Amanda espera ficar sem octógono até o final do ano, para acompanhar o início da vida do herdeiro. Spencer, por outro lado, pode reduzir o tempo com a aprovação de especialistas após a análise de fraturas nos ossos orbitais e nasais.

Ejetado Cody Garbrandt no evento principal no último sábado (6), Raphael Assunção ficou suspenso por 60 dias. Outro brasileiro derrotado no UFC 250, Jussier Formiga recebeu um gancho médico de 45 dias. Herbert Burns, que alcançou sua segunda vitória desde sua estréia na organização, ficará fora por 30 dias, ou seja, até que a costura do seu pé seja liberada por um especialista.

Lista de suspensões médicas do UFC 250:

Amanda Nunes: 180 dias
Felicia Spencer: 180 dias
Raphael Assunção: 60 dias
Anthony Rocco Martin: 30 dias
Eddie Wineland: 60 dias
Chase Hooper: 180 dias
Gerald Meerschaert: 45 dias
Cody Stamann: 30 dias
Brian Kelleher: 180 dias
Charles Byrd: 180 dias
Alex Perez: 180 dias
Jussier Formiga: 45 dias
Devin Clark: 180 dias
Alonzo Menifield: 30 dias
Herbert Burns: 30 dias

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero