Bruno Gagliasso diz que a polícia “o tratou como um ladrão” em um futuro próximo – 21 de maio de 2020.

Bruno Gagliasso postou em seu Instagram uma explosão de um episódio de hostilidades sofridas pela polícia por causa de sua posição política.

Tanto ele como Giovanna Ewbank, sua esposa, criticam o governo. Jair Bolsonaro.

Ele contou o tratamento que recebeu de um policial quando seu carro foi parado em um instante.

“Meu carro com minha família foi parado pela polícia a caminho de Búzios e eles nos trataram como um ladrão”. “Os marinheiros devem estar cheios de drogas no porta-malas”, disse o ator em sua conta. Eu tinha o brinquedo da minha filha e as roupas da minha família ”, explicou.

O ator também afirmou que, durante as eleições de 2018, sua esposa pediu que ele não discutisse política nas mídias sociais por medo de retaliação. “Durante meses, Giovanna me implorou para não dizer nada sobre política, porque ela não agüentava mais os ataques dessas pessoas sujas. E agora elas estão no poder”, reclamou.

Vítima constante de notícias falsas nas mídias sociais, Gagliasso diz que se sente mal quando vê seu nome interferindo em uma mentira para tentar domar sua reputação. “Recebi um e-mail de uma senhora que me adorava há anos e me pediu para parar de apoiar a pedofilia”, disse ele.

“Estamos tentando há meses descobrir o que é isso, calúnia. Eles estavam postando fotos minhas com meu amigo de 18 anos dizendo que ele era meu namorado e Gio é a ‘frente’ que estava escondendo o abuso infantil”, disse ele.

Logo depois, ele pediu desculpas pela interrupção. “Sinto muito. Fiquei muito zangado quando vi o veículo oficial anunciando uma mentira.”

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero