Depois que Celso de Mello cita Hitler, Gilmar Mendes busca ‘consideração e preocupação’ – 31.05.2020.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, pediu “consideração e preocupação” em meio a dias de protestos pró-democracia em São Paulo e uma mensagem de um colega judicial, Dean Celso de Mello, comparando o Brasil com a Alemanha de Hitler.

“Não devemos acender o jogo para descobrir se há gás no tanque”, disse Gilmar. “O momento recomenda consideração e cuidado com todos”.

No final da manhã e início da tarde deste domingo (31), um grupo de centenas de pessoas convidou o presidente Jair Bolsonar a deixar gritar “democracia” em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista. Em outro momento, perto de Fiesp, manifestantes a favor do governo chamaram o governador João Dorio de ‘genocídio’ e pediram ajuda às forças armadas.

Um confronto entre os dois grupos ocorreu e levou a uma ação da Polícia Militar da Polícia Militar que disparou bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes que protestavam. A rede CNN Brasil mostrou imagens mostrando que a luta foi causada por um manifestante carregando uma bandeira neonazista.

O confronto entre o grupo que se opôs ao governo e a Polícia Militar durou quase uma hora. Manifestantes pró-bolsonares permaneceram em Paulista, cercados por uma tropa regular do PM.

nazismo

Antes, o Supremo Tribunal de Celso de Mello comparou o Brasil à Alemanha nazista em mensagens enviadas privadamente a interlocutores via WhatsApp. O reitor disse que os bolcheviques “odeiam a democracia” e pretendem estabelecer uma “ditadura desprezada e desagradável” no estado. O gabinete do ministro não falou.

“GARANTIDAS proporções devidas,” DOENTES MAIS FORTES “, semelhante ao que ocorreu na República de Weimar (1919-1933), parece estar acontecendo no BRASIL!”, Escreveu o reitor do STF, usando letras maiúsculas e exclamações para enfatizar trechos de comentários.

“É necessário resistir à derrubada da ordem democrática, para evitar o que aconteceu na república de WEIMAR WHIT HITLER, depois de ser eleito pelo voto popular e posteriormente nomeado pelo presidente Paul von Hindenburg, 30/01/1933, como CHANCELER (Primeiro Ministro) A ALEMANHA (“REICHSKANZLER”), NÃO AGRADECE A INTERCÂMBIO E ACHADOS DA CONSTITUIÇÃO PROGRESSIVA, DEMOCRÁTICA E INOVADORA DE WEIMAR, de 11 de novembro de 1991, impondo ao país o sistema totalitário de poder que permitiu a publicação, ou AVISOS À LEI) que lhe permitiram legislar SEM a intervenção do Parlamento alemão !!!! no Brasil, ditaduras MILITARES DE SUSTENTABILIDADE E SEGURANÇA !!!! “, concluiu Celso de Mello.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero