‘Eu odiava’ · Notícias na TV

Ao longo de seus mais de 35 anos de carreira na Globe, Claudia Raia passou por muitos momentos notáveis, e também há uma cena de A Favorite (2008) que está entre as suas favoritas na vida. A atriz interpretou a garota Donatella e teve um momento de conflito com Silveirinho (Ary Fontoura). No calor da cena, o ator cuspiu na cara de surpresa. Claudia disse que isso apenas aumenta o ódio que ela coloca em seu personagem.

Os espectadores poderão assistir a este momento nesta segunda-feira (25), no Globoplay. O favorito entrará no catálogo da plataforma de streaming com uma imagem remasterizada e será o primeiro de um pacote de 50 séries antigas a estar disponível no serviço.

Para anunciar ao público, Claudia conversou com os repórteres e lembrou aquele momento impressionante. Na cena, Donatella descobre que seu mordomo a traiu por muitos anos. Ele vai para o apartamento de Silveirinha, o pega jantando com Flora (Patricia Pillar), sua pior inimiga, e percebe que os dois são amigos.

“A cena do cuspe era louca. Donatella leva Silveirinha com Flora, entra lá e fica cara a cara com a traição. Ele, que parecia um mordomo simpático, querido, o mal é o pior, sem valor”. , lembrou a atriz.

Claudia explicou que o diretor Ricardo Waddington realizou ensaios e reservas para a cena, que durou quase oito minutos e foi filmada com sete câmeras. A ideia era que não houvesse interrupções e os atores fariam todas as interações de uma só vez.

“Conversei bastante, contei a eles horrores. Passamos [a cena] e eu não tinha cuspe, não estava escrito. Começamos a fazer isso e esse ódio [da personagem] veio sobre o fogo. Conversei com o rosto dele, bem perto, ficamos cara a cara e vi que ele estava chateado. Em um momento em que pensei ‘Uau’. A pessoa desaparecida cuspiu na minha cara “, relatou a atriz.

O que acontece é que Silveirinha revela que nunca amou Donatello, e a maldição está cheia, “porco, estúpido, choca”, revela que ele sempre esperava cair. A jovem fica chocada com essas palavras assustadoras e diz que foi demitida. Antes de sair, Silveirinha diz: “Donatella, só mais uma coisa” e depois cospe na cara dela. Claudia Raia fica lá, sem resposta por alguns segundos.

“Foi uma pausa que você não tenta. É a realidade real, dependendo do que está acontecendo lá. Eu odiava esse cuspe. Mas eu pensei que era incrível, eu amo isso [o resultado], Eu pensei que você criou isso [na cena]ele pensou.

A atriz disse que, depois que terminaram de filmar, todos no estúdio os aplaudiram. Ele se lembra da cena com orgulho e acredita que o impacto criado pela chuva só foi possível porque havia cumplicidade, intimidade e profissionalismo entre os papéis.

“Essa cena foi para sempre. É disso que eu sempre falo. É a intimidade dos atores. Imagine Ary pensou: ‘Se eu cuspir na cara da atriz, ela ficará furiosa.’ “Você não pode. Essa coisa é tão visceral, tão unida que nos deu a liberdade de criar, correr riscos. Eu nunca os imaginei cuspindo na minha cara, e eis que passei por muita coisa na minha vida”, brincou a atriz.

Assista a uma cena do seu bico favorito:

https://www.youtube.com/watch?v=wAMq7cn4mgc

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero