o ex-ministro agradece “dezenas de pessoas” que o ajudaram a deixar o Brasil

O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, agradeceu a ajuda que deixou ao Brasil nesta manhã nas mídias sociais. Ele chegou a Miami, Estados Unidos, no último sábado.

“Agradeço a todos que me ajudaram a ir para os Estados Unidos com segurança, seja por quem agiu diretamente (havia dezenas de pessoas) ou por quem orou por mim”, disse o ex-ministro do governo Bolsonaro.

“Aproveito a oportunidade para dizer que estou bem. Quanto à culinária internacional, ontem fui tentada a comer algumas tacos, no final foi o KFC”, acrescentou ele no post, mostrando o pacote de lanches na foto.

A chegada de Weintraub, que está sendo investigada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), aos Estados Unidos no último sábado foi anunciada nas redes sociais por seu irmão Arthur Weintraub.

Ainda não está claro como ele conseguiu entrar no país, pois os EUA proibiram a entrada de brasileiros devido a uma pandemia de novas coronavírus, A decisão dos EUA, no entanto, exclui funcionários do governo. Teoricamente, como ele ainda não havia sido libertado, Weintraub poderia ter entrado no país com um passaporte diplomático.

STF investigado

O ex-ministro está sendo investigado em uma investigação de notícias falsas, que investiga ameaças e insultos contra ministros do STF e suas famílias.

Em um vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, ele defendeu a prisão de membros do tribunal. “Eu também coloquei todas essas bombas na cadeia. Começando com o SPF”, disse ele. Por 9 a 1, o STF decidiu quarta-feira (17) manter o Weintraub na encruzilhada da investigação.

A segunda pesquisa se refere a um post que ele postou nas mídias sociais. No início de abril, ele publicou uma foto da revista Turma da Mônica relacionada à China e, escrevendo sobre o coronavírus, mudou a letra R para L no estilo do personagem de Cebolinho. Em testemunho à PF, o ministro afirmou ter usado “elementos de humor”.

O comportamento de Weintraub voltou ao tópico na semana passada (14), quando ele esteve presente nas manifestações anti-STF e voltou a usar o termo “vagabundos”. Ele também estava sem máscara, então ele é uma multa de US $ 2.000 governo federal.

Banco Mundial

indicado posição de diretor executivo no Banco Mundial, O Weintraub, se aceito, permanecerá no poder somente até outubro. Em nota divulgada nesta quinta-feira (18), o Banco Mundial confirmou a candidatura do governo brasileiro. Agora, a indicação deve ser aceita por outros países que formam um bloco com o Brasil.

Como o Brasil nunca teve veto pela frente, espera-se que a indicação seja aceita. O ex-ministro foi nomeado para substituir Fábi Kanczuk, que renunciou ao cargo de diretor de política econômica do Banco Central. A economista Elsa Augustin assumiu uma posição temporária.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero