O trio contratado pelo PCC para matar agentes penitenciários foi preso em RO – 06/06/2020

Dois homens e mulheres foram presos ontem ao amanhecer em Porto Velho, capital de Rondônia, por suspeita de tentar matar, anteontem, um guarda penitenciário que trabalha em uma prisão federal da cidade.

A prisão é uma das três alianças que abrigam membros da alta liderança da facção do PCC de São Paulo (Primeira Ordem da Capital). Além de Porto Velho, existem líderes de uma organização criminosa em Brasília e Mossoró (RN).

Segundo policiais federais entrevistados no relatório, os três detidos em Porto Velho foram contratados pelo PCC e possuíam uma lista de quatro guardas da prisão que seriam mortos.

Segundo o primeiro-ministro, os suspeitos disseram estar planejando uma ação criminal há um mês, observando a movimentação de agentes, incluindo a posse de um cartão com várias placas de veículos pertencentes a esses servidores.

Para a ação, segundo o primeiro-ministro, eles admitiram que “todo o equipamento usado no roubo (dois carros, duas pistolas e dois coletes à prova de balas) foi comprado com dinheiro enviado pelo PCC”.

De acordo com uma nota da coordenação geral de inteligência do sistema penitenciário federal, obtida pelo relatório, cinco criminosos do Fiat Siena atiraram várias vezes em um policial militar, iludido por um agente penitenciário federal. Ninguém foi ferido.

Então os criminosos fugiram e tentaram incendiar o carro. A polícia militar capturou três deles. Os outros dois escaparam. “A situação ainda está sob investigação e as investigações continuam”, disse a coordenação geral de inteligência.

“Um perfil feminino em uma rede social foi usado para atrair a vítima. Também foi confirmado que indivíduos já haviam pegado placas de registro de veículos de alguns agentes, incluindo o diretor, e que sim”.modo de operação“É semelhante aos ataques que já ocorreram nas penitenciárias federais de Catanduvas e Mossoró”, acrescentou.

A agência ordenou um prolongamento “equilibrado” do estado de alerta pela polícia criminal federal.

Série exclusiva – PCC: O primeiro cartel da capital

1 1 | 4

Ouça o podcast criminal com as histórias de criminosos que marcaram uma época no Brasil. Este e outros podcasts de Twitter estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero