Quase 18 milhões de brasileiros não puderam procurar trabalho na pandemia – 16.06.2020. – no mercado

Aproximadamente 17,7 milhões de brasileiros não procuraram trabalho no último mês de maio, em meio a uma nova pandemia de coronavírus no Brasil, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (16).

Esse valor representa os brasileiros que estão fora da força de trabalho e gostariam de trabalhar, mas não procuraram emprego por causa da pandemia ou porque não têm emprego na área em que vivem – o que também pode estar relacionado ao Covid-19.

Outros 10,9 milhões de pessoas estavam desempregadas na época e não conseguiam encontrar trabalho. Assim, cerca de 28,6 milhões de pessoas tiveram acesso limitado ao mercado de trabalho em maio.

No final de maio, o IBGE já anunciou no Pnad Continu que uma nova pandemia de coronavírus contribuiria para a perda de 4,9 milhões de empregos no Brasil no trimestre encerrado em abril, um recorde na série histórica. Desse total, 3,7 milhões de empregos informais foram perdidos.

Segundo Pnad Covid divulgado na terça-feira, o número de trabalhadores informais diminuiu durante o mês, de 35,7% na primeira semana do mês para 34,5% na última, com uma diminuição de 870.000 empregos informais nesse período.

Segundo Cimar Azeredou, diretor de pesquisa do IBGE, a informalidade atua como um amortecedor para as pessoas que estão desempregadas ou subutilizadas.

“O trabalho informal seria uma maneira de economizar empregos, por isso não podemos dizer que esse declínio é positivo”, disse Azeredo.

Segundo o IBGE, como a pesquisa é inédita, é necessário aguardar os seguintes resultados para avaliar com mais precisão o impacto da pandemia entre os informais.

Dois outros indicadores divulgados pelo IBGE em junho mostram os efeitos da pandemia na economia brasileira. O setor registrou queda de 18,8% em relação a março e 27,2% se analisado o mesmo período do ano passado. O comércio, por sua vez, diminuiu 16,8% nos dois níveis de análise. Os números nos setores industrial e de varejo são dados negativos.

A Pnad Covid emitiu o IBGE pela primeira vez, em parceria com o Ministério da Saúde, e mobilizou 2.000 agentes, que conectarão 193.600 famílias em 3.364 cidades em todo o país.

O primeiro caso conhecido de Covid-19 ocorreu em 25 de fevereiro. No mês seguinte, em março, o país começou a sentir os efeitos econômicos do novo coronavírus, fechando cafés, restaurantes e lojas como uma forma de impedir a pandemia de progredir.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero