Um eclipse solar total empurrou a Antártica para a escuridão

Um eclipse solar total empurrou a Antártica para a escuridão no início deste sábado em um raro espetáculo astronômico.

“A visibilidade foi excelente”, disse Raul Cordero, da Universidade de Santiago do Chile (USACH), que assistiu ao fenômeno. A fase do “anel de fogo” durou pouco mais de 40 segundos.

Os eclipses solares ocorrem quando a Lua passa entre o Sol e a Terra, lançando sua sombra em nosso planeta. Para que o eclipse seja concluído, o Sol, a Lua e a Terra devem estar diretamente alinhados.

Um eclipse total do Sol foi visto apenas na Antártica por um pequeno número de cientistas, especialistas e turistas – que pagaram cerca de US $ 40.000 (equivalente a 35.400 euros) pelo privilégio.

Em uma transmissão ao vivo pela NASA de Camp Union Glacier na Antártica, o eclipse começou às 7h, quando a Lua começou a se mover na frente do Sol, e terminou às 20h06.

A geleira Camp Union está localizada a cerca de 1.600 quilômetros ao norte do Pólo Sul.

De acordo com a NASA, um eclipse parcial também foi visível em partes do hemisfério sul, incluindo partes de Santa Helena, Namíbia, Lesoto, África do Sul, Chile, Nova Zelândia e Austrália.

O último eclipse solar total na Antártica ocorreu em 23 de novembro de 2003, e o próximo não ocorrerá até 2039.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero