Unicamp está mudando o Vestibular 2021 devido a uma pandemia de coronavírus

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciou na sexta-feira, 5 de junho, que mudanças no contexto da pandemia de coronavírus ocorrerão na primeira fase do Vestibular 2021. Em abril, Comvest já havia sido informado de que estava estudando as mudanças.

A primeira fase reduzirá o número de perguntas de 90 para 72 e a duração de cinco para quatro horas. A etapa será realizada em dois dias, sábado e domingo, dependendo da área do curso escolhida pelo candidato.

sábado: Candidatos a cursos nos segmentos de humanidades, artes e exata / tecnologia.

domingo: Candidatos a cursos de ciências biológicas / saúde

Os candidatos ao sábado, ou seja, aqueles que, devido a suas crenças religiosas, limitam suas atividades ao sábado, poderão informar no registro que desejam fazer o teste à noite.

As mudanças foram definidas pelo Conselho Deliberativo Vestibular, na reunião de ontem. 4. A intenção da Unicamp com essas mudanças é reduzir a aglomeração nos dias de teste. Segundo José Alves Neto, diretor da Comvest, reduzir o número de perguntas e o tempo na sala de aula também reduz o estresse devido a um exame muito extenso.

Outra mudança para Vestibular 2021, mas anunciada no início de maio, foi redução de 12 para 7 obras literárias obrigatóriasNesse caso, a Unicamp considerou dificuldades no acesso às bibliotecas e os efeitos da pandemia na educação pública e privada.

Como ele vai passar no vestibular

Com as mudanças anunciadas, a primeira e a segunda fases serão implementadas em dois dias. A diferença é que, na primeira fase, os candidatos terão que participar de apenas um dia de exame, de acordo com o curso escolhido na inscrição.

Não pare agora … Depois de anunciar, há mais;)

As inscrições para o Vestibular 2021 serão recebidas entre 31 de julho e 8 de setembro, por uma taxa de US $ 170. Entre 22 e 8 de julho, Unicamp receberá pedidos de isenção de impostos, A Comvest oferecerá 6.680 isenções para estudantes pobres em escolas públicas e um número ilimitado de isenções em outras modalidades.

A primeira fase deve ocorrer em janeiro de 2021 e a segunda fase em fevereiro. As datas devem ser anunciadas após a admissão no Exame Estadual do Ensino Médio (Enem).

A primeira fase: 12 edições da língua e literatura portuguesas; 12 questões de matemática; e oito perguntas de cada disciplina: Biologia, Física, Geografia / Sociologia, História / Filosofia, Inglês e Química.

Segundo nível: redação; 8 questões discursivas da língua e literatura portuguesas; 1 inglês interdisciplinar e ciências naturais; 1 inglês interdisciplinar e humanidades; 2 questões interdisciplinares das ciências humanas e 2 das ciências naturais; 6 perguntas de matemática; 12 perguntas de duas disciplinas específicas.

Segundo o diretor da Comvest, o conteúdo dos testes será mais acessível e relacionado às competências e habilidades que a Unicamp espera dos alunos. “Manteremos o perfil do vestibular na faculdade, mesmo que ele se adapte a uma pandemia”, conclui José Alves.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero