Março 4, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

A BOLA – Os clubes querem acessar a ‘bazuca’ europeia (Liga)

Os clubes de futebol profissional, representados pela Liga Portugal, não querem ficar de fora dos 15,3 mil milhões de euros que chegarão a Portugal nos próximos seis anos provenientes do Mecanismo Europeu de Recuperação e Resiliência da União Europeia, conhecido por bazuca, e vão reclamar do Governo um montante que pode chegar aos 400 milhões de euros, apurou A BOLA.

Para tal, o futebol profissional deverá ser visto como um setor empresarial e não como uma “atividade desportiva, lúdica e recreativa” como ainda acontece, o que o levou a ficar fora das linhas de apoio económico.

Assim, um dos pedidos ao executivo de António Costa é “a inclusão da CAE [Códigos de Atividade Económica] As Sociedades Desportivas e o futebol no seu conjunto (formação) em medidas de apoio à actividade operacional, manutenção de postos de trabalho e apoio à tesouraria ”, refere um documento publicado pela organização dirigida por Pedro Proença.

A Liga Portugal partilhou ontem os receios quanto ao futuro, na sequência de um inquérito às sociedades desportivas para medir o impacto da pandemia no primeiro trimestre de 2020/2021. Em relação à temporada 2018/2019, verificou-se uma perda de 100% da emissão, 80% das quotas e 70% do merchandising, num total de 276 milhões de euros.

No entanto, o quadro pode piorar se, como teme a Liga, “os titulares de direitos televisivos possam resgatar valores por considerarem que não estão a ser indemnizados integralmente pelos seus homólogos”, antecipando uma queda de 30%.

Também baixando o valor das transferências, conforme esperado, as perdas podem ser superiores a € 300 milhões (ver imagem). Ou seja, as receitas de € 858 milhões em 2018/2019 poderão cair para € 581 milhões (cenário menos grave) ou mesmo para € 496 milhões.