Janeiro 23, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

Alguém está roubando cabos Tesla. E não só – Observer

É uma moda recente e estritamente europeia: os ladrões encontraram uma nova oportunidade de negócio que consiste em “libertar” os carros dos cabos de carregamento enquanto estão ligados à rede, apesar dos sistemas de segurança concebidos para evitar que isso aconteça.

Assim que o veículo for conectado ao ponto de carregamento, o cabo deve ficar preso em ambas as extremidades. Mas, ao que parece, os pinos que o prendem não funcionam tão bem em climas muito frios, como são comuns no norte da Europa nesta época do ano, onde temperaturas congelantes são comuns, especialmente à noite.

É essa fragilidade relacionada às baixas temperaturas que facilita a vida dos ladrões, mas é a existência de um mercado de cabos de carregamento usados ​​que o alimenta. Até agora, a maioria dos casos conhecidos ocorreu na Holanda, onde a polícia de Amsterdã anunciou ter recebido 21 denúncias de roubos de cabos entre 20 de novembro e 4 de dezembro, a maioria de motoristas da Tesla, o que é explicado pela maior porcentagem de veículos deste fabricante na frota circulante.

Como a polícia também informou que os furtos se estenderam a todo o país, segundo o Revista AD, estima-se que o número de condutores que permanecem sem o cabo durante a noite seja consideravelmente maior. O roubo obriga-os a comprar um novo, que pode custar entre € 200 e € 500, dependendo da marca e do modelo em questão.

Tesla já relatou que, por meio de atualizações de software over-the-air (OTA), introduziu alterações em seus veículos para evitar problemas na fixação do cabo na tomada durante o carregamento em temperaturas negativas, deixando de saber a solução a ser utilizada por fabricantes que não possuem a mesma capacidade em termos de modificação de software OTA.