Anna Carolina Jatobá perde seu direito à semi-aberta quando é pega em uma vídeo chamada – 22.06.2020. – São Paulo

Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabelle Nardoni, de 5 anos, perdeu seu direito a um regime semiaberto em março de 2008, depois de ser pega conversando com seus filhos em uma locadora de vídeo na prisão de Tremembé (147 km). SP), onde cumpre sua sentença, segundo o SAP (Secretaria Penitenciária), a administração de João Doria (PSDB). Alexandre Nardoni, pai de Isabella, também foi condenado pelo assassinato de sua filha.

O secretariado diz que Anna “cometeu uma grave violação da lei”, retornando ao regime fechado. “Durante uma videoconferência com seu advogado, ela ligou para um telefone celular com os parentes do prisioneiro, estabelecendo contato com a reeducando com parentes, o que é proibido”, diz a nota na pasta.

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram condenados pelo triplo assassinato de uma criança. Foi então que o júri percebeu que Isabella havia se sufocado e foi jogada do sexto andar do prédio onde o casal morava, na parte norte de São Paulo. Jatobá foi condenado a 26 anos de prisão pelo crime, e Nardoni a 31 anos.

Alexandre começou a cumprir sua sentença em regime semi-aberto em abril do ano passado. A decisão foi tomada pelo juiz Sueli Zeraik Oliveira Armani, do Tribunal Penal de Taubaté (140 km de SP).

Com relação ao uso de videoconferência nas prisões, o SAP enfatizou que o recurso era permitido, desde que fosse usado para contatar prisioneiros e oficiais de justiça, juízes, advogados e defensores públicos. “Cada unidade prisional possui pelo menos um computador com webcam e microfone especificamente para esse uso, em uma sala privada”, diz a nota.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero