Belo Horizonte não prolonga a reabertura, e o prefeito critica o abandono da saúde

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), criticou o que chamou de “abolição do SUS” e disse que o Brasil sofreu um abandono da saúde pública, refletido em face de uma pandemia coronavírusAnunciando que não avançaria com a mitigação de quarentena, temendo que a cidade visse uma explosão de casos, ele disse que “o serviço público (…) é péssimo”. Mas esse capital de mineração “ainda é a melhor merda do Brasil”.

“Preste atenção, nós humildemente nos comunicamos sobre o que está acontecendo no estado de Minas Gerais. Para apagar a saúde por anos e anos. Portanto, não diga que é política. É o abandono da saúde pública que este país sofreu e que Belo Horizonte conseguiu amolecer”, afirmou. está em uma conferência de imprensa hoje.

“Estou cansado de dizer e repetirei. O SUS é um espetáculo, serviço público, roubo, incompetência, abandono, merda. Mas Belo Horizonte ainda é a melhor merda do Brasil”, acrescentou.

A segunda fase da reabertura deveria começar na próxima semana, mas foi vetada. O país está passando por um conflito devido à reabertura de atividades econômicas, defendida pelo governador Romeo Zem (Novo). No entanto, Minas Gerais é um dos estados que realizou o menor número de testes e, nesta semana, recebeu muito poucos relatórios sobre o número de casos, enquanto o rápido-19 avançou no interior.

Segundo o jornal O Tempo, Kalil vê problemas em facilitar a quarentena. Ele teme que infecções externas causem uma onda de infecção.

“Belo Horizonte é o único que não exporta casos. Ele será infectado e procurará de fora. E o único no estado que acontecerá. Se Belo Horizonte fosse uma ilha, poderíamos estar dispostos”. Mas não seríamos uma ilha (…). Temos a obrigação de conversar sobre o que está acontecendo lá dentro “, disse ele.

“Os dados são muito fáceis de fornecer e depois adiam. Vamos vir aqui toda sexta-feira. E Deus não permita que não tenhamos que trabalhar na cidade na próxima vez”, acrescentou.

O boletim do departamento de saúde atual registra 9.232 casos confirmados e 257 mortes em Minas Gerais.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © turnozero.com.
turnozero.com is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Turno Zero