Março 9, 2021

Turno Zero

Notícias Completas mundo

«Fique em casa para o Natal. Não vale a pena correr riscos »- Executive Digest

A Organização Mundial da Saúde (OMS) apelou à população, principalmente europeia, que passe o Natal em casa este ano, para evitar o risco de contágio durante as festividades.

“Há uma diferença entre o que as autoridades permitem e o que cada um deve fazer”, sublinhou o responsável da OMS pela Europa, Hans Kluge, que reiterou o alerta já feito. “Fique em casa neste Natal. Não adianta correr riscos ”, apelou.

“Temos mais alguns meses de sacrifício pela frente e agora podemos nos comportar de uma forma que nos orgulhamos coletivamente. Quando olhamos para estes tempos sem precedentes, espero que todos nós sintamos que estamos agindo em um espírito de humanidade compartilhada para proteger os necessitados ”, disse Hans Kluge.

Muitos países europeus relaxaram as restrições contra covid-19 no início de novembro, no entanto, o número de casos aumentou e o medo de um pico nas semanas após as festividades fez muitos governos apertarem as medidas. Inclusive Portugal, que vai manter a franquia no Natal, mas cortar totalmente o ano novo.

O funcionário da OMS para a Europa também destacou que a “devastação” da pandemia afetou populações em todo o continente, alertando principalmente para o impacto prejudicial à saúde mental. A Covid-19 separou milhares de famílias e comunidades, levou à falência de empresas e privou as pessoas de oportunidades que há um ano eram consideradas garantidas.

Da ansiedade em torno da transmissão do vírus ao impacto psicológico do confinamento e auto-isolamento, aos efeitos do desemprego, preocupações financeiras e exclusão social, Hans Kluge também alertou que o impacto da pandemia na saúde mental será sentido em a longo prazo.