Por que a “chuva” de plástico está afundando nos EUA? Os cientistas descobriram isso – 17.06.2020

Os americanos podem estar respirando plástico sem nem perceber. Um estudo publicado quinta-feira na revista Science descobriu que mais de 1.000 toneladas de partículas caem anualmente em parques e desertos nacionais no oeste dos Estados Unidos. Esse valor é equivalente a mais de 123 milhões de garrafas plásticas.

Por mais de um ano, os cientistas pesquisaram 11 parques nacionais e áreas selvagens do país e encontraram pequenos pedaços de plástico em 98% das 339 amostras coletadas. O plástico representou 4% de todas as partículas de poeira testadas no estudo.

A idéia inicial era investigar como a poeira carrega nutrientes, não plástico. Mas depois que olhamos para o microscópio e vimos as fibras coloridas entre os pedaços de poeira, a equipe mudou de foco.

Os pesquisadores coletaram amostras tanto em condições de baixa umidade quanto em períodos de chuva e neve. As maiores partículas foram coletadas nas estações mais difíceis, enquanto as menores foram coletadas em clima seco.

Segundo o estudo, é provável que partículas embebidas em tempo chuvoso ou com neve venham de algum lugar relativamente próximo. Partículas menores e mais leves, que compunham 75% do plástico testado, foram transportadas por longas distâncias a altas correntes na atmosfera.

Embora a descoberta tenha sido feita nos Estados Unidos, o perigo pode ser global. Em entrevista ao New York Times, a cientista que liderou a pesquisa, Janice Brahney, da Universidade Estadual de Utah, disse que não há lugar no planeta Terra sem a presença de microplásticos.

Segundo Brahney, o fenômeno dos microplásticos pode contribuir para a interferência ambiental em comunidades microbianas e causar danos ao meio ambiente. Já se sabe que o material precisa de tempo para se decompor, o que o torna um contaminante importante. No ano passado, os cientistas descobriram o plástico encontrado no oceano desde os anos 1960.

Além disso, os animais e nós humanos já podemos respirar ou inalar essas partículas. Alguns anos atrás, outro estudo descobriu microplásticos em minhocas e excrementos de frango na região do México. Embora, de acordo com a cientista Janice Brahney, “os efeitos na saúde da absorção de partículas plásticas não sejam bem conhecidos”.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero