Um policial que aparece com um joelho no pescoço de um negro foi transferido para uma prisão de segurança máxima nos Estados Unidos

Derek Chauvin, um policial que aparece no vídeo com um joelho no pescoço de George Floyd, foi transferido para uma prisão de segurança máxima.

De acordo com o site TMZ e New York Post, Chauvin foi levado para uma prisão de Hennepin ontem à tarde e depois colocado em uma prisão de segurança máxima em Oak Park Heights, Minnesota.

“A maioria dos presos alojados aqui está sob custódia máxima e estreita, porque alguns presos precisam de um nível mais alto de segurança”, disse a Penitenciária de Minnesota em comunicado.

O comissário do departamento de reparos, Paul Schnell, disse ao xerife do condado de Hennepin que solicitou a transferência do oficial.

Derek foi preso sexta-feira (29) em Minneapolis. Ele é um dos quatro policiais suspeitos de envolvimento em George Floyd. E, até agora, o único acusado: por assassinato, quando ele não tem intenção de matar.

Segundo a Associated Press, durante seus 19 anos de carreira, Chauvin foi alvo de quase 20 reclamações formais e duas repreensões. A maioria é arquivada.

Os protestos continuam

Milhares protestam em várias cidades dos EUA há quase uma semana contra o racismo e a violência policial.

Manifestantes se reuniram em frente à Casa Branca em Washington ontem. A polícia de equipamentos anti-motim invadiu uma manifestação na sexta-feira, retirando centenas de manifestantes de caminhão, enquanto a polícia de equipamentos anti-motim atacou uma manifestação na sexta-feira, removendo centenas de manifestantes de caminhão.

Na sexta-feira, Donald Trump foi levado brevemente a um bunker, um abrigo secreto da sede do governo, segundo a televisão da CBS.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero