Marcos Pontes – 30.05.2020, O planeta é histórico para o planeta, é um planeta histórico

O sucesso do lançamento da espaçonave Crew Dragon, que decolou hoje (sábado) do Centro Espacial Kennedy na Flórida hoje, segundo a Estação Espacial Internacional, é um momento histórico para o planeta, disseram Ciência, Tecnologia, Inovação e Marcos Pontes. Segundo ele, a parceria entre a NASA, a agência espacial americana e a empresa privada SpaceX representa um ponto de virada na articulação entre os setores público e privado.

“Este é um momento histórico para a astronáutica nos Estados Unidos e em todo o planeta. Volte aos Estados Unidos em um voo tripulado de uma nave espacial. Muito trabalho foi feito pelos jovens engenheiros da empresa”, disse o ministro, que acompanhou e comentou o lançamento no Facebook. Agência do Brasil.

Segundo Marcos Pontes, o Brasil pode repetir seu sucesso em parcerias público-privadas, aumentando o investimento em ciência, tecnologia e inovação. “Aqui precisamos ter empresas no Brasil que se desenvolverão nesse setor e trabalharão em todo o mercado. Todo o nosso esforço no programa é nesse sentido”, afirmou. “Temos muito bons cientistas no Brasil”, acrescentou.

Opções

O ministro afirmou que, apesar dos problemas orçamentários do portfólio, o governo está pronto para investir em projetos para o setor espacial, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Financiador de Estudos e Projetos (Finep). Na semana passada, o ministério começou a conversar com o CNPq sobre um tipo específico de pesquisa para o setor espacial.

Pontes enfatizou que investir em ciência cria um círculo criado. “Temos problemas de orçamento? Temos, mas apenas o uso da tecnologia para inovação fará com que o Brasil, por meio desses investimentos, tenha mais recursos. E mais recursos investidos em ciência e tecnologia significam mais desenvolvimento econômico, mais desenvolvimento social e mais oportunidades”, comentou. é.

O ministro destacou que o Brasil tem potencial para desenvolvimento científico, pois possui uma abundância de recursos naturais e cientistas eminentes. “Para os jovens telespectadores, considere trabalhar com tecnologia, na ciência. Quantas oportunidades existem e o Departamento de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação está trabalhando intensamente, com uma equipe enorme, apenas para lhe dar oportunidades de fazer isso”, disse ele.

impressões

Comentando o lançamento, Pontes disse que ficou impressionado com os dois desenvolvimentos tecnológicos. O primeiro é um foguete de propulsão, que retornou à Terra e pousou com sucesso 9min30s após o lançamento e pode ser reutilizado para futuras missões. A outra era a modernidade da cápsula astronauta, com painéis sensíveis ao toque que não requerem botões.

“Veja o quadro desta nave espacial. É uma coisa impressionante, muito futurista para aqueles que pilotaram uma nave espacial antiga. Por um lado, é bom ver toda essa parte da automação. Por outro lado, como piloto, gostamos de ter certos controles em mãos”. , afirmou.

Logo após a espaçonave chegar ao espaço, três minutos após a decolagem, o ministro, o único brasileiro a entrar no espaço, destacou que era possível ver a forma do planeta. “A 120 quilômetros de altitude, eles já estão tecnicamente do espaço. A essa distância, você pode ver a curvatura da Terra”, disse ele.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Turno Zero