Netflix explora feminismo em Coisa Mais Linda como ferramenta de marketing

Lançado no final de junho segunda temporada de “Coisa Mais Linda” confirma o investimento da Netflix em produções que podem ser de interesse para os vários mercados globais da empresa. A série brasileira, ambientada no Rio no final dos anos 50, início dos anos 60, é um produto típico que os estrangeiros podem ver. Não por acaso, em inglês, a série passou a se chamar “Girls from Ipanema” (meninas de Ipanema).

Muito bem produzido, com scripts e figurinos elegantes, cheia de bossa nova, “Coisa Mais Linda” é sobre as aventuras de quatro amigos com personalidades fortes e espírito independente.

A protagonista Mala (Maria Casadevall) deixa o marido na primeira temporada e reúne forças para mudar as coisas, abrindo um clube de música em Copacabana.

Ainda mais livre e independente, na segunda temporada, Mala tem que lidar com o retorno de seu marido, um homem estranho e dois namorados, que compartilham seu coração. O personagem é feminista e tem visões impressionantes e louváveis, mas muito distantes da realidade do tempo mostrado na série.

Netflix pesquisou O “feminismo” de Malu como ferramenta de marketing, Um vídeo divulgado pela empresa, com trechos da série, intitulado “7 minutos de pouco feriado machismo”. Hoje, sem dúvida, é estimulante para as mulheres, embora não seja realista durante o período em que a série acontece.

Com o tempo: a série termina com um ótimo gancho (cuidado, spoiler!) Pela terceira temporada

podcast
Globo mostra transparência sem precedentes em seu contrato com os atores

Stycer recomenda
Renato Aragão deixa Globa após 44 anos: “Nova etapa, nunca paro”, diz ele

Nunca houve guerras de fãs em novelas como em “Totally Too”

Aos 70 anos, Serginho lamenta o atual “pesadelo”, busca empatia e projeta o futuro

Tratamos Bolsonaro com respeito, mas também criticamos, diz o chefe da CNN

Pior semana
A apresentadora Glenda Kozlowski anuncia sua saída da realidade futebolística do SBT

Melhor da semana
CNN terá um talk show com Marie Palm, Gabriel Prioli e Leandro Karnal

Uma versão deste texto foi publicada originalmente em Boletim UOL Vê TV, que é enviado por e-mail na quinta-feira. Entrada gratuita, apenas se Registre-se aqui.

Siga a coluna em Facebook e em Twitter.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

TURNOZERO.COM PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Turno Zero